A luz de freio talvez seja o sistema elétrico de lâmpadas mais utilizado em um carro. Depois de passar marcha e acelerar, o que mais fazemos?  A resposta é simples: pisamos no freio por qualquer motivo relevante e esses momentos são cada vez mais frequentes no louco trânsito da atualidade. Um dos defeitos mais comuns  é a queima de uma ou de todas as lâmpadas do conjunto. Mas outro tipo de avaria tem aumentado em nossa oficina: todo o conjunto de luz de freio fica aceso, mesmo que o motorista não pise no pedal de freio. A solução, porém, é simples. A peça defeituosa nesse caso é o interruptor de luz de freio que fica no pedal, ou a  “famosa” cebolinha de freio.

Repare a "semelhança" com uma cebola pequena

Repare a “semelhança” com uma cebola pequena

A foto acima é de uma das mais simples e usada “cebola de luz de freio”do mercado, e fica localizado quase sempre no local da foto abaixo:

luz-de-freio-com-defeito

 

Qual os possíveis defeitos desta peça? Por ali passa muita energia. Basta imaginar que cada luz de freio que acende tem 21 Watts, e que, no mínimo, cada carro tem 2 lâmpadas de freio. Também é uma peça que sofre constante pressão de nosso pé toda vez que freamos. Por ser fabricada de plástico com metal, fica óbvio que ela estraga com o tempo. Algumas delas até desmancham no pedal!

Imagem: debemcomtudo.com.br

Imagem: debemcomtudo.com.br

Por isso sua luz de freio não apaga. Para consertar, basta trocar o interruptor que aciona essa luz, mas dependendo do modelo será necessário ir até uma oficina. Como esse tipo de problema costuma acontecer fora de hora, você vai ter que desligar a “energia”que circula por ali. Muitos podem dizer: quando desligo a chave a luz apaga, então não preciso desligar a energia do local…”. Sim, muitos carros são assim: com luz de freio energizada somente com a chave ligada. Mas nem sempre temos tempo para ir em uma oficina de imediato. Pode ser, e quase sempre é assim, que circulemos com carro por um ou dois dias com esse defeito. As consequências? Lembre-se que são duas lâmpadas de 21 watts que foram instaladas para chamar atenção de quem vem atrás, e, embora são muito usadas, foram feitas para acender rapidamente e apagar em seguida. Nada perto da lâmpada foi projetado para suportar a caloria que vai ser produzida. O resultado pode ser danos definitivos nas lanternas (derretem), comprometimento da fiação e fusível de proteção do circuito, entre outros. Lembrando que rodar com luz de freio acesa é o mesmo que dirigir sem luz de freio. O motorista que vem atrás pode se confundir facilmente e não perceber que estamos freando o carro.

O melhor procedimento é desligar o fusível (mas isso pode desligar outros componentes) ou tentar retirar a tomada que vai diretamente em cima da cebolinha de luz de freio instalada no pedal de freio. Um pouco de paciência e iluminação vai ajudar. Mas não deixe de resolver o problema de vez. É barato e um serviço rápido.

Please follow and like us: