Gasolina ou Álcool? Qual o melhor combustível para seu carro?

O carro Flex é uma das grandes surpresas do mercado brasileiro de automóveis. Deu certo. É chamado de flex por funcionar com gasolina e álcool, ou com os dois misturados no tanque.

Mas nesta matéria iremos abordar o desempenho dos dois combustíveis nos automóveis e, portanto, no bolso do motorista. Em outra matéria explicaremos como funciona um carro flex e como podemos “auto-ajudar” nosso veículo.

São dois combustíveis com características funcionais bem diferentes. Certo conhecedor renomado disse: “Se você quer desempenho use álcool… mas se você quer economia use gasolina.”

Nós concordamos com este argumento, mas a maioria dos motoristas mistura os dois combustíveis, o que também mistura o desempenho e economia. Primeiro vamos analisar a economia, o dinheiro envolvido. Pegue uma calculadora e faça a experiência abaixo.

calculadora

Tente o seguinte cálculo:

Multiplique o preço da gasolina de um posto por 0.7

Se o resultado for maior que o valor do álcool, melhor abastecer com álcool.

Mas  o resultado sendo menor que valor do álcool, abasteça com gasolina.

Por exemplo: Se a gasolina custa 3,30 (preço de início de 2015) num posto e o álcool custa 2,20 (idem), multiplique 3,30 por 0,7 e você encontrará um resultado que é maior que 2,20. Neste caso é melhor abastecer com álcool. Se o valor do álcool estivesse acima de 2,31 valeria mais a pena abastecer com gasolina.

Vimos que com um simples uso de uma calculadora podemos entender as vantagens ou desvantagens dos nossos combustíveis.

Mas o mais importante é lembrarmos que o carro é flex de fábrica e podemos misturar os combustíveis melhorando o desempenho ou a economia. É fato que o carro consume mais álcool do que gasolina, mas ele ganhará em potência.

E quanto de gasolina ou quanto de álcool deve-se misturar? Nesse caso você, como o motorista, aquele que dirige rotineiramente, que paga o posto de gasolina, deverá saber qual foi a mistura que mais lhe agradou e repeti-la até que a situação dos preços mude novamente. Mas seja sempre óbvio e atento com o mercado, principalmente com a quantidade de álcool que já vem misturada à gasolina. Tenha sempre em mente esta proporção ao abastecer (hoje a gasolina nos postos  possuem 27% de álcool).

Quanto ao motor e possíveis danos, as fábricas garantem que não haverá nenhum, pois os motores de hoje estão totalmente adaptados aos dois combustíveis. O que pode ocorrer é o carro demorar a “reconhecer” a nova mistura. Mas isso não passará de dez minutinhos.

Nota: recentemente temos recebido muitos carros com defeitos causados pelo álcool. Veja mais aqui.

E lembre-se de sempre encher o reservatório de gasolina que fica junto ao motor.

AgasolinaR

Um dos muitos modelos de reservatórios de partida a frio

Please follow and like us:

This article has 10 Comments

  1. Bom dia.

    Há anos que todos os sites passam essa mesma continha para ver qual combustível compensa (gasolina * 0,7), mas não vejo nenhum site levando em conta que o nível de álcool presente na gasolina só tem aumentado, e com isso, deveria-se modificar esse cálculo que me parece defasado, pois uma gasolina pura que renderia 30% a mais que o álcool, não irá render esses mesmos 30% a mais aqui no Brasil, já que ela (a gasolina) possui 27% de álcool em sua composição (ou mais, pois cada mês parece que dão uma “aumentadinha” para a alegria do povão).

    Ou estou errado?

  2. Olá Fernando, tudo joia?

    Estou com uma dúvida aqui que vem me perturbando há tempos… Devo abastecer meu carro com gasolina aditivada ou não? Alguns mecânicos dizem que “de jeito nenhum”, porque a gasolina aditivada corrói alguns componentes do motor. Outros já dizem que deve-se sempre utilizar somente gasolina aditivada, pois ela auxilia muito na limpeza do motor e dos bicos injetores do carro. Há ainda os que dizem que o bom alternar em uma proporção de 5/1, ou seja, 5 tanques comuns para 1 aditivado. Há também os que dizem que não precisa utilizar gasolina aditivada, que bom para o motor é colocar 1Lt de querosene a cada 3 tanques de combustível (misturando o querosene à gasolina comum).

    Poderia nos dar uma luz sobre esse assunto? 🙂

    Agradeço desde já toda a atenção.

    1. Olá Guilherme. Bom ler novamente um comentário seu. Esquece o querosene ok? Gasolina aditivada corroi tanto quanto a comum, principalmente no Brasil. Como os problemas com injeção e outros aumentaram em muito nos últimos meses, eu sugiro que repita a melhor experiência que vc teve com algum combustível. Se o carro está bem, não falha, está perto da sua faixa de consumo, a luz da injeção fica apagada, então este é o melhor combustível para o seu carro. Limpeza do motor, ou “descarbonização” do motor, é algo mais técnico, que deve ser feito com equipamento apropriado e se necessário. Carros com mais de 100 mil Km rodados (ou perto disso) não podem passar por este processo. Um detalhe: se vc for mudar de combustível, espere esvaziar bem o tanque, na reserva, e então coloque o combustível que está em mente. Depois disso ligue o motor e o deixe ligado pelos próximos 11 quilômetros. Somente assim a central de injeção vai reconhecer e aplicar a nova mistura no combustível diferente. Mas a grande dica é a já dita: se está tudo ok, cuide apenas da manutenção básica como velas, cabos, óleo e água (no caso do motor) e seja feliz. Abraços e obrigado por participar.

      1. Eu sempre tive essa dúvida também, até que instalei um aplicativo no meu celular (O Meu Carro) que serve para medir os gastos e o desempenho do veículo. Segundo o aplicativo, o meu carro faz na média de 17,0 km/l com gasolina aditivada e 13,5 km/l com gasolina comum. Também deu variação de um posto a outro, então escolhi o que apresentava melhores rendimentos e tenho abastecido sempre lá. Quando não uso o ar-condicionado consigo médias incríveis de até 20 km/l. Faz mais de um ano que não uso gasolina comum.

  3. Álcool deveria ser muuuito mais barato que gasolina. mas criaram essa “regrinha” dos 70% pra alegria dos donos de postos e alcooleiros que botam o preço lá em cima. Não esqueçam que hoje há 27% de álcool misturado na gasolina, logo este calculo dos 70% não vale mais. valeria se fosse pura.

  4. Olá!!! Botei gás natural a pouco tempo, pois tive que trocar de gasolina para álcool. Troquei cabo de velas e velas, pois o carro fica dando uns pipocos na lenta. O que devo fazer para não ser enrolado pelos mecânicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *