Peças de carro que desgastam mais

Algumas peças de carro costumam sofrer um desgaste natural em vários níveis. Isso depende, obviamente, do tipo de uso que seu carro tem. Se é carro de aplicativo, ou Táxi; se roda mais de noite do que de dia; se roda mais em estrada de terra ou muito ruim, etc.

O modo do motorista conduzir o seu carro também conta para desgastar uma determinada peça. A falta de manutenção delas também pode comprometer várias outras, como a bateria, por exemplo. A embreagem do carro costuma sofrer muito dependendo da forma como o carro é conduzido.

VEJA AQUI

SEGURO DE CARROS DA CAIXA

Se o local onde o motorista mora ou costuma dirigir mais tempo, for chuvoso ou com variação alta de clima, também pode reduzir essa vida útil de uma peça. O limpador de para-brisa é um exemplo disso. Veja abaixo uma lista de peças de carro que sofrem desgaste natural. Veja também links e dicas de como preservar mais essas peças.

Peças de carro que desgastam mais

A frente de um motor é onde ficam as polias e correias

 

  • Correias. (dentada , do alternador, do ar)Todas elas tem um tempo de uso estipulado por fábrica. O manual do carro estipula isso. No caso de uso em estrada de terra a manutenção deve ser mais rápida.
  • Suspensão. No caso as buchas devem ser revisadas em toda manutenção de no mínimo seis meses. É a parte da suspensão do carro que mais sofre pelo uso no Brasil.
  • Embreagem. Junto com o freio é um conjunto de peças muito usado ao dirigir. Nesse caso o disco de embreagem sofre mais. Quando dá defeito, parece que o motor tá patinando ou precisamos acelerar muito para rodar pouco. No caso de troca, devemos trocar todo o conjunto de embreagem: disco, colar, e platô.
  • Rolamentos. Tem muitos em um carro: de roda, de alternador, de compressor de ar, de esticadores de correia em geral. Todos tem uma vida útil por rodagem ou por tempo. Se você viaja muito, trabalha com aplicativo, mande fazer uma revisão. Um profissional capacitado consegue descobrir rolamentos com problemas.

  • Lâmpadas. Elas são muito mais usadas do que antes. Todas são fabricadas com hora/útil. Devem ser revisadas com muita frequência. Mas são baratas no mercado.
  • Palhetas do limpador. Devem ser trocadas duas vezes por ano, mesmo que não use. Opte por palhetas fabricadas totalmente com borracha. 
  • Amortecedores. Sim, existem testes de amortecedores. Uma boa loja de suspensão consegue avaliar o estado geral deles, que também sofrem com nossas ruas e estradas.
  • Pneus. Quanto mais seu carro roda, menor é a vida útil dos pneus. Mas eles também podem ser avaliados pelo tempo de fabricação. 
  • Parte elétrica em geral. Alternador, motor de partida, limpador de para-brisa, são acessórios que usam rolamentos, buchas e escovas. São peças de carro que desgastam mais. Elas simplesmente acabam com o uso do carro. Fique atento a luz de bateria, ao barulho do arranque e a velocidade do limpador.
  • Sistema de freios. É, evidentemente, muito usado pelos motoristas. Peças do freio que se desgastam naturalmente: pastilhas, lonas, disco, cabos. Nesse caso tem que fazer manutenção periódica com análise visual por um mecânico. São peças de segurança e usadas constantemente

Temos ainda: vedadores em geral, juntas, mangueiras, retentores, pneu sobressalente, macaco para troca de pneu. Todos se desgastam por uso ou por falta de uso, como no caso de carros que ficam muito tempo parado.

Você precisa de um seguro de automóvel que seja bom, eficiente, mas que não custe os olhos da cara? O Mãos ao Auto tem uma parceria com a Compara Online, site que faz a comparação, em minutos, dos preços e coberturas das principais seguraduras e acha o melhor custo/benefício para seu carro. Para isso, basta clicar aqui e seguir o passo a passo.