A correia do alternador

A correia do alternador do seu carro é de suma importância. Podemos comparar com uma usina de energia: o alternador é uma turbina e a correia seria a água, ou o vento, que faz o alternador gerar energia para a bateria do seu carro. O gerador precisa girar e a sua correia  “repassa” o giro do motor para ele. Não confunda essa correia com a correia dentada. O risco para o motor é muito maior no caso da dentada por ser responsável pelo sincronismo interno do motor (VEJA AQUI).

A importância dessa correia é obvia. Sem ela a bateria não vai receber carga e o carro vai simplesmente parar de funcionar em poucas horas. Rodar assim deve se evitado, pois a correia pode passar por outros acessórios, como a bomba de água e o carro vai ferver. Um motor não funciona sem energia e uma bateria sem carga é igual a uma caixa de água vazia.  É um defeito considerado simples – de consertar – mas que pode deixar você e sua família na mão, em lugares perigosos ou em uma viagem.

Principais defeitos da correia do alternador

  • Correia frouxa. Já escutou aquele barulho que parece um grito vindo do motor? Quanto mais acelera, mais aumenta até sumir por um pouco. Quando ligamos um acessório, como o ar, por exemplo, esse barulho surge no mesmo instante. Nesse caso, a correia está sem aperto. Mande apertar e verificar seu estado.
  • Correia sumiu. Sim, a luz da bateria acendeu, a direção ficou dura, e você procura uma oficina. O primeiro passo de um mecânico experiente é verificar se a correia está no seu lugar. Ela pode arrebentar e simplesmente sumir, cair na rua sem que você perceba. A solução é instalar uma correia nova observando se algo , como polias, cortou a correia antiga.
  • Correia do alternador sem dentes ou frisos. isso é sinal de correia muito usada ou velha. Nesse caso ela vai fazer barulho, patinar, como explicado acima. É sinal que a qualquer momento ela vai quebrar.

correia do alternador

 Tamanhos e tipos

Essa correia pode ser somente do alternador. Mas existem carros onde ela também gira a bomba de água, direção hidráulica e até ar-condicionado. É a chamada correia Poly, a correia gigante. É mais larga e possui frisos bem definidos. Normalmente equipa carros mais modernos. No caso de quebra, também significa que muitos outros acessórios não vão funcionar. Nesse caso não dar para rodar com o carro.

No foto acima temos uma correia que atende somente o alternador. Nesse caso teremos mais correias para trocar, mais gastos para o motorista, pois todas são importantes. Um exemplo típico de correia única é a do Fusca. O Opala também, mas ela passa pela hélice do radiador. Os carros mais antigos são quase  todos com correia única para o alternador e bomba de água. Fica evidente que o tamanho pode variar muito. Por isso é importante ter uma amostra para repor a correia. Largura e comprimento, além de frisos internos, devem ser iguais.

 

Correia tipo gigante ou Poly

Que tal aprender a dar a manutenção básica no seu carro? Ou até aprender uma nova profissão, a de eletricista de automóveis? O Mãos ao Auto tem uma parceria com a Maik Elétrica Automotiva, e agora oferece um curso 100% online, com alta nota de avalição de quem já fez e com custo de apenas dois reais por dia! Tudo isso na maior plataforma de vídeo aulas do Brasil! Quer ser um motorista melhor e mudar sua vida? Saiba mais: clique aqui e siga o passo a passo.