Luz de ré – quantas são?

Pode ser uma, mas há de ser duas. Assim dita a lei ou a resolução CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017. Essa resolução estipula um prazo para novos modelos saírem de fábrica com duas lanternas de ré. Mas se você ficou preocupado porque encontrou somente uma luz de ré acesa no seu carro, não  se impressione com isso. Muitos motoristas têm essa dúvida. Ou seja: é corriqueiro um carro com apenas uma lanterna de ré.

Luz de ré - quantas são?

A lei de trânsito – que vai ser modificada pela tal resolução – diz que o carro deve ter “um farol de ré”, algo que as fábricas demoraram a perceber. Afinal, imaginem a economia de toda uma frota onde se retirou uma luz de ré! Aí se inclui: uma lâmpada a menos, uso menor de fiação no chicote, terminais, etc. Por isso vemos carros rodando com uma ou duas lanternas de luz de ré.

Posso retirar uma?

Sim, mas tem que trocar a lanterna também. Não pode haver “traços” da luz de ré, como o plástico incolor ou branco de algumas delas. Nesse caso ela teria que acender com a outra que sobrou, porque pode ser interpretado como uma lâmpada queimada. Simplesmente retirar a lâmpada, ou cortar o fio dela, pode trazer inconvenientes.

Terei que mudar meu carro com a nova resolução?

Teoricamente, não. A lei no Brasil não retroage. É a mesma situação de quando a luz de ré passou a ser obrigatória. Ou seja: os carros de então não possuíam luz de ré e também não foram obrigados a instalar. Mas poderiam, se desejassem esse acessório que é de fato muito útil. Nesse caso a luz também tinha que acender como os carros saídos de fábrica ou estariam sujeitos a multa.

Luz de ré - quantas são?

 

Como saber se o meu carro tem mesmo somente uma luz de ré?

Podemos consultar o manual. Mas basta comparar a lanterna que acende com a que parece queimada. Como dito acima as cores são diferentes (veja a imagem acima). Mas mesmo assim pode haver uma lâmpada no local. É assim porque algumas fábricas instalaram um luz de neblina traseira. Apenas uma também, mas que não é , ainda, obrigatória.