Foto: americanas.com.br

Foto: americanas.com.br

Lâmpadas de farol

Não vale a pena escolher lâmpadas de farol pelo menor preço. Fica óbvio que você estaria comprando gato sabendo ser gato com medo do preço da lebre. Eu explico. Muitas pessoas compram lâmpadas, conhecidas como importadas, (mas deveriam ser chamadas apenas de chinesas), sabendo ser um subproduto que evidentemente vai durar pouco. Eis o gato sendo comprado. Ao mesmo tempo pensam na lâmpada cara como uma inimiga vencida, pois apesar de ter uma duração maior, o preço também é bem maior. É nesse momento que o motorista pensa na lebre e escolhe o gato. Ou opta pelo preço menor.

Foto: inglesnoteclado.com.br

Foto: inglesnoteclado.com.br

A grande diferença do preço fica evidente dentro do farol pelos danos que uma lâmpada, como a da foto abaixo,  pode causar no sistema elétrico do carro em geral. Por que? Comprar “gato por lebre”, que é um dito popular, significa comprar um produto pensando que ele é bom, mas ele é ordinário. Mas nós motoristas e proprietários de automóveis não podemos trocar a lebre por gato tendo consciência do que pode acontecer. Uma lâmpada como esta da foto, embora seja mais rara de encontrar hoje em dia, pode queimar o espelho do seu farol, derreter plugues e fiações que levam energia ao conjunto ótico , entre outras coisas até mais graves.

 

lâmpada de farol

Foto: clubedosmonzeiros

Para impressionar o cliente, alguns “chino fabricantes” aumentam a potência da lâmpada afirmando ser como os produtos legalmente fabricados e fiscalizados pelos órgãos competentes, no caso, o INMETRO. Esse aumento de potência é proibido por motivos óbvios, como ofuscar outros motoristas e causar acidente graves.

 Tal aumento de potência também gera calor, algo para o qual a parte elétrica do seu carro não foi feita para suportar. Daí vem os riscos que citamos acima, de derretimento de fios e comandos, como o dos faróis comuns e também os de neblina. Resumindo: o uso de produtos como esses pode causar grandes prejuízos financeiros e até ferir outros, além de ser ilegal. Mas, para os mais audaciosos,  já encontramos outros tipos de iluminação para o seu possante que podem trazer benefícios.

 Quais são as boas marcas?

Quem pensou em “marcas nacionais” acertou. Elas são chamadas de nacionais porque são marcas conhecidas em nosso país, com boa fama na fabricação de diversos produtos, como a Philips, Osram, GE e outras. Mas a maioria delas é fabricadas em outros países, como a lâmpada da primeira foto do post que é uma Philips, mas se vê claramente que foi produzida na Polônia (Poland, na foto). O nome melhor seria lâmpada de farol original.

Outras são fabricadas na Argentina, Hungria, Alemanha e até, pasmem, na China! Nesse caso, porém, elas tem a mesma qualidade que leva o nome das grandes fábricas. Então, até na China existe uma boa marca de lâmpada de farol, e que já domina o mercado brasileiro. É bom lembrar que este post também vale para todas as outras lâmpadas do seu carro.  Um automóvel é como um pet, ou, as vezes, até mais importante para alguns. Então use de sabedoria e não se engane, e também não deixe outros te enganar com relação a comprar uma boa lâmpada de farol.

Marcas intermediárias

Temos as marcas intermediárias de lâmpadas de farol, mas de qualidade. A Tesla e Multilaser, são produtos que cada vez ganham mais espaço. Não são originais, mas percebemos uma grande melhoria na qualidade do material e durabilidade melhor. Essas não estufam, como as da foto, são mais baratas e tem um durabilidade que pode surpreender.

Seja feliz com seu carro!

Foto: navitrinedigital.com

Foto: navitrinedigital.com

Você precisa de um seguro de automóvel que seja bom, eficiente, mas que não custe os olhos da cara? O Mãos ao Auto tem uma parceria com a Compara Online, site que faz a comparação, em minutos, dos preços e coberturas das principais seguraduras e acha o melhor custo/benefício para seu carro. Para isso, basta clicar aqui e seguir o passo a passo.