O estado do conjunto de pneus do seu carro são de máxima importância para uma direção responsável e defensiva. É nele que a força final do motor atua. Todos os pneus são exigidos mais do que qualquer outra componente do seu carro.

O motor tem óleo para preservar suas peças internas do atrito. O mesmo pode se afirmar da caixa de marcha. A suspensão é o conjunto de peças que mais se aproxima da carga suportada por um pneu: possui borrachas nas suas pontas e articulações. É um conjunto que se ajuda a “suspender” o carro e suportar as condições de nossas vias. Mas o pneu conta apenas com a qualidade e o estado de seus componentes: marca, borracha, e calibragem. E também conta com a vistoria do motorista

Um pneu é a peça do seu carro que roda, suporta o peso do carro e passageiros, faz curvas, suporta o atrito de freadas e outras condições do dia a dia. Tudo isso em contato direto com o solo, asfalto ou terra, e muitas vezes: pedras. Ele é capaz de levar sua própria carga e fardos além do imaginado por engenheiros. E o que controla isso?  Borracha, ar, algum poliéster, e aço. Um verdadeiro super-homem do seu carro. Não é um conjunto de suma importância?

Nesse post daremos algumas dicas sobre como ficar atento ao estado do pneu do seu carro e como ter um produto de qualidade e confiança

Sete dicas sobre pneus de carro

  • Procure usar o pneu recomendado pelo fabricante. A diferença de preço pode ser pouca se comparada com o fato que os pneus recomendados foram testados em várias situações. Se houver um recall da marca não deixe de cumprir as recomendações do fabricante.
  • Nunca instale câmaras de ar em pneus que saíram de fábrica sem elas e fique atento a calibragem deles.

Borracharia não é oficina de pneus

  • Procure por oficinas especializadas em pneus, com as ferramentas corretas para avaliar e trocar os pneus. Essas oficinas tem até como encaminhar pneus trocados para a reciclagem adequada. Borracharias foram feitas para emergências de furos e não de troca e compra de pneus. Eles precisam de calibragem, alinhamento e balanceamento.
  • Não troque apenas um pneu. Opte por trocar pelo menos os do mesmo eixo, aos pares (dianteiros ou traseiros).
  • Fique atento a posição dos pneus, principalmente em borracharias. Sim, pneus tem lado correto de instalação. Encontramos isso quase sempre gravado nos pneus –  normalmente em inglês – qual o lado que deve ficar para dentro ou para fora.
  • Fique atento a essa dica: no caso de instalação de um pneu novo, ele começa a ter uma aderência melhor a partir dos 150 quilômetros rodados. Seria como amaciar os pneus? Pode ser entendido dessa maneira.
  • Jamais circule com pneus em mau estado. Bolhas, furos e desgastes exagerado (pneu careca) são sinais que eles já deveriam estar há bastante tempo na reciclagem. Não existe gambiarra em pneus.

É bom lembrar que pneus também têm prazo de validade. Mesmo sem rodar muito, eles podem rachar e perder suas características de fábrica. Cinco anos é a média desse prazo e também está gravado (em código) nas laterais do pneu. Outra dica extra é lembrar que o carro tem cinco pneus. Sim, é bom tratar da mesma forma o estepe. Afinal, ele é usado em emergências e quase sempre fica esquecido e escondido no seu lugar.

Please follow and like us: