Água na descarga

É um sintoma que todo motorista deve ficar atento em seu carro: água na descarga. Obviamente que nos referimos a muita água saindo do escapamento e não o que pode ser chamado de “condensação” vinda do combustível como o álcool, por exemplo. Nesse caso será como uma pequena névoa na descarga sem maior importância. Quem já teve um carro antigo movido a álcool identifica isso facilmente.

Mas e quando aceleramos o motor do carro já aquecido e uma “quase tsunami” sai pela descarga? O que seria isso? É certo que exageramos na definição, mas o susto é muito, pois onde deveria sair uma fumaça quase invisível passa a sair água, o que indica que algo pode piorar e danificar seriamente o motor do seu carro.

escapamento

Tenha em mente o seguinte: tal água pode ser um perigo quando o carro é muito rodado, antigo, ou, o mais importante, quando as manutenções rotineiras não são feitas. Será que verificamos o nível de água do radiador apenas quando percebemos água na descarga?

Pois a falta de água no radiador pode simplesmente queimar a junta do cabeçote. Mas este seria o menor dos defeitos. Como o motor precisa da água circulando e sendo refrigerada no radiador, a falta dela vai fazer o carro “ferver” e quase sempre resulta em uma trinca no cabeçote do carro. Se ele for antigo o problema pode se espalhar e todo o motor vai precisar de uma retífica. Além disso, tal trinca também pode deixar passar o óleo do motor, que se mistura a água e a gasolina. O carro custa a pegar, falha e simplesmente não funciona mais. Tudo isso pode resultar em um prejuízo que vai de quinhentos a dois mil reais (motores mais antigos)  sendo a segunda opção mais frequente.

agua-no-escapamento

Como evitar?

Como dito antes, fazer a manutenção do carro é essencial. Mas algumas ações podem ser feitas pelo motorista, como conferir os níveis do carro. Isso inclui: nível de óleo e o nível de água no reservatório do radiador. Faça disso uma rotina. De preferência pela manhã, quando o carro está completamente frio e as medidas serão mais precisas, além de ser seguro, sem perigo de queimaduras. Se o nível de água estiver baixo, leve em conta todas as possibilidades como: vazamentos ou defeitos em bomba de água, mangueiras do radiador soltas ou ressecadas, e vazamentos no bloco do motor. Mas nesse último caso significa que o carro já deve ter fervido, e um mecânico deve ser consultado para avaliar possíveis danos que podem levar a prejuízos ainda maiores. Também, o acúmulo de água no bojo do escapamento com certeza vai estragá-lo com o tempo. Ele é feito de material que se corrói com a ferrugem, o resultado óbvio do contato do metal com a água.

Please follow and like us: