Algumas baterias ainda usam do velho sistema: o de manutenção. As baterias modernas são chamadas de “Free”, ou de seladas, exatamente porque são livres de manutenção; e lacradas para que sequer ocorra a tentativa de colocar alguma substância em seu interior. No caso deste post, trataremos das baterias que ainda precisam de repor água para diluir o seu conteúdo químico e manter estável a solução interna.

As grandes fábricas quase não produzem mais baterias com manutenção. A exceção seria um ou outro modelo para caminhões e similares, como máquinas pesadas. Neste caso, o custo benefício será válido, visto que o sistema elétrico desses veículos são fracos, e a água da bateria demora mais a secar.

car-933269_640

Mas sistemas elétricos dos carros de passeio modernos, e até de alguns caminhões que mais parecem um trailer, são gastadores de energia exigindo alternadores e baterias que mais parecem um usina e seus geradores potentes.

power-plant-928229_640

É por isso que a água  de uma bateria com manutenção seca mais depressa nos dias de hoje. É como se cozinhássemos arroz com alguns maçaricos. O resultado poderia pegar a cozinheira distraída com o fim da água na panela e um tanto de arroz queimado. É o que chamamos de sobrecarga, ou o sistema elétrico exigindo muito do alternador. Oras, a exigência de carga pelo uso grande energia causa a sobrecarga, embora alguns não aceitem isso. É a lógica elétrica dos fatos. Basta perguntar a um taxista para confirmar este acontecimento: muita energia exigida faz o alternador liberar uma carga correspondente e satura a bateria. Algumas vezes esta sobrecarga também pode ser por defeito no regulador de voltagem do alternador.

Bateria secou. O que fazer?

Primeiro passo: NUNCA DEIXE A BATERIA SECAR. Se você comprou uma bateria assim, lembre-se que a manutenção tem que acontecer, e ela pode variar de 15 dias a 3 três meses, dependendo do modelo do seu carro. Em um carro mais básico, sem ar-condicionado e outros acessórios, a manutenção não pode passar de 3 meses. Mas a verificação do nível de água deve ser feita de 15 em 15 dias para todos os modelos. Os imprevistos podem acontecer, como uma sobrecarga do alternador.

Essa é uma típica bateria que pede manutenção.

Essa é uma típica bateria que pede manutenção.

 Mas se aconteceu, e bateria ainda não arriou, então retire a capa dos elementos e todas as seis tampinhas, ou rolhas, que fazem parte da bateria. Se você enxergar metal escuro, e não um espelho de água, eis aí o problema. Complete com água desmineralizada até o espelho de água começar a cobrir a placa. Pare por aí, senão  a bateria irá “cuspir”  esse excesso que pode corroer a lataria do seu carro.

Se a bateria chegou a arriar, então uma carga lenta deve ocorrer e o profissional é quem deve repor a água dela durante este processo. Mas na maioria das vezes ela se transforma no “arroz queimado” da ilustração, devendo ser substituída. Pelos prazos de manutenção citados acima, o leitor pode perguntar: “E se acontecer este defeito durante o prazo de garantia?”.

Tudo que você precisa sabre sobre a bateria do carro

A obrigação de providenciar a manutenção é do comprador da bateria. Mesmo assim, a fábrica faz algumas exigências que estão bem definidas no manual de garantia. Algumas fábricas são mais complacentes e pagam a garantia pensando na fidelidade do cliente. Mas a grande maioria recusa a garantia jogando a culpa no cliente, alegando mau uso. O lojista segue a fábrica. Portanto, ao comprar uma bateria, sempre pergunte sobre as condições da garantia e que tipo de bateria você está comprando. Forte abraço a todos.

Please follow and like us: