5 dicas para um motorista inexperiente

A alegria de passar no exame que permite dirigir é realmente única. Quem tira a “carta” chega em casa sorrindo, faz festa e contagia todos a sua volta. Alguns até organizam um churrasco para os amigos e quase usam a permissão como se fosse um crachá refletindo todo o seu orgulho por ser mais um motorista na praça.

dicas para motorista inexperiente

Falando sério, essa alegria representa um direito instantâneo de conduzir um carro. Ou seja, o condutor passa a ter uma grande responsabilidade: ser uma parte importante no trânsito. O bom motorista sabe que trânsito é de pessoas, não apenas de veículos. Estes não pensam, não são capazes, por enquanto, de desviar de obstáculos, animais e pessoas por conta própria.

Mas quando o novatos enfrentam o “violento” transito de nossas cidades, se dão conta do quanto ainda falta de aprendizado real, algo que nenhuma auto-escola consegue ensinar. Alguns até entram em pânico, batem o carro nos primeiros dias de permissão. E outros sequer conseguem dirigir outra vez.

Algumas dicas podem transformar um permissionário em um bom estudante e, depois de certo tempo, num motorista responsável.

Explicando: escrevemos “permissão” porque é exatamente o que o aluno tira quando passa no exame de rua. Essa permissão não é a carta definitiva, mas como se fosse um teste (pasmem) para ver se vai ou racha. Quando escrevemos “motorista responsável”, esse é o termo certo para quem adquiriu experiência e ganhou a carta em substituição da permissão.

Conseguimos pensar em algumas dicas para você que se sente um mau motorista, que se assustou com o mundo real do trânsito. Primeiramente te elogiamos. O candidato a motorista responsável deve ter sempre humildade diante de responsabilidades como o dirigir. Vidas estão sempre envolvidas.

Dicas que podem ajudar :

1 – Não treine em um carro que não seja seu, principalmente se o dono estiver com você. Existem escolas para motoristas iniciantes que podem te ajudar.

2 – Dirija com os faróis ligados, assim seu carro ficará mais visível. Mas jamais dirija com o pisca alerta ligado. Ele serve apenas para emergências.

3 – Não revide provocações. Lembre-se que o aprendizado errado faz o motorista irresponsável se sentir poderoso atrás de um volante de carro. Muitos “gritam” com a buzina. Mas para um motorista experiente o freio é realmente o pedal do meio, jamais será a buzina.

4- Relembre o que seu instrutor ensinou sobre aceleração, freio e embreagem. Não se preocupe muito com uma baliza  ou com os”cones” do exame.

5 – Aprenda a ser responsável. Como? Por entender que a preferência é sempre dos mais fracos, ou, no caso do trânsito, dos mais vulneráveis.

O maior prazer que um motorista pode sentir é o reconhecimento, o sorriso daquele que vê sua presteza por respeitar uma faixa de pedestre, ou a preferência de outro motorista.

Quer receber mais posts do Mãos ao Auto? 

Curta nossa página no Facebook

Please follow and like us:

This article has 1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *