Como identificar o pneu correto para o meu carro?

Vamos te ajudar a lidar com essa decisão tão importante para o seu veículo.


Crédito da imagem: Pexels.com

Esteja você procurando por mais segurança no trânsito ou apenas pelo bom uso do veículo para aumentar a sua durabilidade para vendê-lo posteriormente em um site de carros usados quando quiser comprar um modelo mais novo, é essencial prestar atenção no melhor tipo de pneu correto para o seu automóvel.
Afinal de contas, de nada adianta calibrar o pneu e tomar todos os cuidados na cidade e nas rodovias se o equipamento não estiver de acordo com as especificações estabelecidas para o seu tipo de veículo.
Para te ajudar nessa tarefa tão importante para o seu automóvel, separamos alguns pontos específicos que não podem ser esquecidos na hora da compra de pneus para o seu carro.

Significado das letras e números dos pneus

Quando vamos comprar um pneu, é comum vermos, nas especificações, vários números e algumas letras. Decodificá-las não é tão fácil assim e pode gerar confusão até para motoristas mais experientes. Na dúvida, vale a pena ler e reler o nosso artigo quantas vezes forem necessárias até ter tudo de cor e salteado na memória. Tem que ser o pneu correto.
Para a nossa explicação, vamos usar como modelo um pneu da Continental com a seguinte especificação: 205/55R16 91V. Saiba agora o que esses números e letras significam.
205
O primeiro número da especificação indica a largura em milímetros do pneu. Nesse caso, o pneu tem 205 milímetros de largura.
550
O segundo número da especificação após a barra mostra a série do pneu, que é a relação entre a largura da secção e a altura do flanco do pneu. Nesse caso, a altura do flanco corresponde a 55% da largura do pneu.
Interessante saber que quanto menor a proporção de elevação do pneu, menor será a altura do flanco. E, quanto menor a altura do flanco, melhor será a aderência do pneu nas curvas.
R
A letra tem relação com a construção interna do pneu e indica que é radial (daí a letra R). Nesse tipo de construção, os cabos têxteis da carcaça atravessam o pneu de uma pega à outra.
16
O terceiro número da especificação indica o diâmetro interno do pneu em polegadas. Em outras palavras, indica o aro do pneu. No caso exemplificado, o aro é de 16 polegadas.
91
O último número de dois dígitos da especificação diz respeito ao Índice de Carga, que indica a capacidade máxima de carga que o pneu pode suportar. Não significa, no entanto, que o pneu pode suportar 91 kg, mas que o índice é de 91.
Consultando a tabela que determina a carga para cada índice em kg, para o índice de 91, a carga máxima suportada é de 600 kg por pneu.
V
Trata-se do Índice de Velocidade e é responsável por indicar a velocidade máxima que o pneu pode ir suportando toda a carga em segurança. Os índices de velocidade vão de Y (mais alta) até a letra A (mais baixa). No caso da letra V, a mesma corresponde ao índice de 240 km por hora.

Prazo de validade

Um pneu pode durar, no máximo, até cinco anos. Pneus com pouco uso podem até aparentar estar pouco desgastados, mas a sua estrutura provavelmente poderá estar comprometida se estiver fora da validade. A calibragem também é muito importante.
Esse é o caso, por exemplo, de um estepe que nunca foi usado. Embora nunca tenha rodado no trânsito, foi de alguma forma submetido à ação do tempo e de agentes climáticos como umidade, pressão e temperatura, fatores capazes de alterar e muito as características originais do pneu.

Como saber a validade do seu pneu

Todo pneu vem com um número de onze dígitos ao lado da sigla DOT, referente ao Departamento de Transporte dos Estados Unidos, órgão que criou este tipo de marcação.
Os últimos quatro dígitos do número mostram a data de fabricação do pneu. O número 1311, por exemplo, significa que o pneu foi produzido na décima terceira semana do ano de 2011. A partir da data de fabricação, é só contar cinco anos e você terá o prazo de validade.
Alguns dos fatores que podem diminuir ainda mais o prazo de durabilidade de um pneu são a forma que o veículo é conduzido pelo motorista e os fatores do tempo, como umidade e calor, que podem acelerar o processo de desgaste do produto.
Caso você já esteja desconfiado de que o pneu não está funcionando corretamente, não hesite em trocá-lo por um novo. Afinal de contas, é melhor gastar um pouco de dinheiro agora do que acabar se envolvendo em um grave acidente depois.
Ficar de olho nessa data também é importante para quando você quiser trocar de automóvel e iniciar a sua pesquisa na internet por sites de venda de carros usados.
Se você não prestar a devida atenção a isso, uma margem pode ser aberta para que você seja enganado por um vendedor mal-intencionado que, durante a venda de carros usados, acabe empurrando pra você também aquele jogo de pneus que está no estoque há algum tempo e bem próximo da data de validade.

 

Alguma dúvida? Olhe na lateral do pneu!

Tudo o que você precisa saber sobre o seu pneu está escrito nele mesmo. Bem na lateral dele está a área de identificação, onde você não só encontrará todas as especificações do produto, como a data de fabricação do mesmo.
E escolher um bom pneu para o seu veículo vai muito além da segurança no trânsito. Um pneu de qualidade também é capaz de manter a boa conservação de seu automóvel caso queira vendê-lo no futuro em um site de carros usados para adquirir um veículo mais novo.
Nesse caso, uma boa sugestão antes de vender o carro é olhar a Tabela Fipe para saber quanto o seu automóvel está valendo hoje no mercado. Pra quem não sabe, a Tabela Fipe serve como um parâmetro para negociações na hora de comprar ou vender um automóvel, pois engloba os preços médios de carros praticados no Brasil.

VEJA AQUI DICAS D COMO CUIDAR DO SEU PNEU

No mais, lembre-se sempre que os pneus estão entre os itens de segurança mais importantes de um veículo e, para realizar frenagens mais seguras e garantir a estabilidade do automóvel, é ideal que sejam calibrados toda a semana.

Também é muito importante seguir as orientações previstas nas legislações de trânsito brasileiras e cuidar bem de todas as peças do seu automóvel para garantir viagens mais seguras.
E compartilhar o artigo nas redes sociais pode ajudar outras pessoas a se conscientizarem sobre a importância de identificar o pneu correto para o seu carro. Então vai lá, compartilha, e faça a sua parte.

Você precisa de um seguro de automóvel que seja bom, eficiente, mas que não custe os olhos da cara? O Mãos ao Auto tem uma parceria com a Espínola Corretora de Seguros, que tem anos de experiência e trabalha com os principais seguros do mercado - e garante preços muito bons. Para fazer um orçamento, basta clicar aqui e preencher esse formulário. Nós encaminharemos seu pedido para a corretora, que entrará em contato trazendo a melhor oportunidade para você.