Luz de ré do Celta

Embora pareça ser um bicho de sete cabeças, quase todas as cebolinhas de ré estão instaladas em posições óbvias para um reparador. Isso no caso de veículos com motor transversal, como o Celta da GM. No caso de motores longitudinais, como o Gol, a caixa de marcha fica mais oculta, deixando a posição da cebolinha de ré mais inacessível, muitas vezes precisando do uso de um macaco hidráulico.

Todas elas tem dois fios e uma tomada. É desligando a tomada e unindo os dois fios que conseguimos saber  se a cebola de ré está com defeito. Feito este teste, ligue a chave do seu Celta – sem ligar o motor e sem engatar a ré – e observe se a luz branca e forte acendeu na traseira. Podem ser uma ou duas, dependendo do modelo. Se acender, a cebola de ré esta queimada e deve ser trocada.  Se não acender, confira o fusível da luz de ré. 

Como trocar a cebola ou sensor de ré do Celta

Esta é uma chave combinada, boca e estria

Esta é uma chave combinada, boca e estria

Você vai precisar de uma chave de boca/estria, que normalmente é a de 22 milímetros. Tenha a peça nova em mãos e jamais dirija o carro com o sensor de ré fora do seu lugar. Isto vai causar vazamento de óleo da caixa de marchas.

Solte a tomada de cor azul (foto abaixo) para poder desenroscar a cebola do seu local. Note uma barra de ferro de cor mais clara. Ela é a alavanca de embreagem e muitas vezes precisamos da ajuda de alguém para pisar no pedal da embreagem, afastando a alavanca de sua posição,  enquanto trocamos o sensor de ré. Feito isso, enrosque a peça nova dando uma aperto final que deve ser de “Batman” e não de “Hulk”, para evitar de danificar a cebola nova. Religue a tomada e engate a ré para confirmar a solução do problema.

Trabalhe sempre em segurança. Na dúvida procure uma oficina especializada.

cebola de ré do Celta 2005

Please follow and like us: