Quase todo relé de automóveis tem um função específica. Veja alguns exemplos:

A seta é acionada por um relé que faz piscar determinadas lâmpadas. O pisca-alerta também.

O limpador de para-brisa possui um relé em seu circuito que controla o tempo de funcionamento e também aciona o sistema de água do para-brisa.

Outro relé controla a temperatura do desembaçador de vidros do seu carro. O mesmo pode acontecer com o ar condicionado.

Os faróis inferiores (como os da foto) sempre precisam de um relé auxiliar.

Os faróis inferiores (como os da foto) sempre precisam de um relé auxiliar.

Inúmeros sistemas elétricos são controlados por relés, alguns bem específicos. Mas existe um em particular que chamamos de “pau pra toda obra” e o seu nome explica esse apelido: relé auxiliar. Sua função básica é acionar faróis de neblina, por exemplo, “segurando a barra” da caloria gerada pela lâmpada que se espalha pela fiação podendo chegar até os comandos. Ou seja, o calor gerado fica restrito do relé para frente, ou do relé até as lâmpadas. Dentro dele existe uma pequena bobina de cobre que absorve parte desta energia, suportando-a de maneira eficiente.

Especificações mais comuns 

Para automóveis (no Brasil) o relé será sempre de 12 volts. Já a potência muda. Para faróis pode usar de 20 a 70 amperes. Um farol consome em média 5A. Sendo dois, são 10 amperes na média. Isso seria a metade da potência suportada por um relé de 20. A diferença entre os relés seria o tamanho, principalmente o da pinagem. O de 70 tem pinos maiores e é muito usado para ventoinhas de radiador. Também temos relés especiais para lâmpadas de 100 Watts são os chamados relés duplo de farol e suportam até 300 Watts, sobrando 100 watts de capacidade. Mas estes são usados mais para preservar o estrago que lâmpadas de 100W podem causar na fiação. Resumindo: quanto maior a amperagem, maior a capacidade do relé. A voltagem deve ser sempre a mesma da bateria.

Este é um relé auxiliar básico de uma saída auxiliar.

Este é um relé auxiliar básico com uma saída auxiliar.

Outra função curiosa desse relé é o acionamento de buzinas. Por que é curioso? Porque a maioria das buzinas não precisa de uma ajuda por causa da sua potência final, como um farol precisa. Mas o relé auxiliar também serve para “inverter” polaridades. Ou seja nós podemos acionar uma buzina, ou outro acessório qualquer, através de um fio negativo. Esse relé possibilita isso.

No caso das buzinas, seus comandos vindos do volantes, usam fios negativos pela maior facilidade de construir o circuito. Resumindo: você liga a chave do carro e um positivo chega até o relé. Quando você toca a buzina é enviado uma corrente negativa que fecha o circuito liberando uma corrente positiva do relé e assim sua buzina faz barulho. Alguns relés possuem duas saídas exatamente para atender duas buzinas.

Relé auxiliar de duas saídas. (os dois pinos centrais)

Relé auxiliar de duas saídas. (os dois pinos paralelos de cima para baixo)

Essa é apenas mais uma das funções de um relé auxiliar. Com certeza ele é uma das peças mais usadas nos sistemas elétricos de automóveis e outros veículos. Seu uso “absorve” calor, protegendo a parte elétrica de seu carro evitando até incêndios muito comuns nos carros antigos que usavam fios grossos para fazer essa função que o relé auxiliar faz hoje.  O relé auxiliar pode ser usado em qualquer acessório elétrico ou eletrônico de um carro. Como dizem por aí: quem auxilia dificilmente atrapalha.

 

Please follow and like us: