O que devo saber ao comprar uma bateria de carro?

A bateria é de fato o coração do seu carro. Se estiver fraca, o carro parece cansado. Também adoece se for alimentada de maneira errada. Então, assim como seu coração, ela tem vida útil, curta se maltratada, e de alguns anos se vigiada. Sim, ela não gosta de solidão, tipo o estepe de seu carro, que prefere ficar em lugar quentinho a sair rodando no asfalto.

Quando esquecida, adoece, e produz um pó verde e mal cheiroso conhecido como “câncer de carro”, pois se espalha por toda a fiação de seu automóvel, sendo encontrado até nos fio escondidos atrás do painel. Dura em média de dois a quatro anos, dependendo do veículo. Mas sendo um táxi, a bateria deve ser trocada todo ano devido ao uso excessivo do ar-condicionado, o que produz sobrecarga na bateria.

bateria de carro

Como funciona a bateria do carro?

A maioria dos motoristas não se importa com o funcionamento de uma bateria. Assim como o coração, ela fica guardada longe dos olhos de seus donos. O que importa é o carro pegar. Por isso a indústria de bateria tem melhorado a qualidade de seus produtos criando o que chamamos hoje de bateria inteligente, com alto poder de recuperação de carga quando ainda tem boa vida útil. Isso significa que se você ficar ouvindo rádio enquanto espera algo ou alguém, ela vai se recuperar da descarga gerada para sua distração.

Normalmente ela fica no compartimento do motor, podendo alguns modelos, embora raros, guardar sua bateria no porta-malas (Mercedes), debaixo do banco do motorista (Picasso), e até (pasmem!) debaixo do para-lama do lado do motorista (Chrysler). Mesmo assim, é capaz do motorista vender o carro sem saber destes detalhes.

Atualmente não se usa mais baterias que precisam repor água destilada. Há muito foram substituídas pelas baterias secas, um nome errado, pois toda bateria usa água em sua fórmula química. Então, nunca acredite quando alguém quiser colocar água na sua bateria, a não ser que seja um carro antigo como o fusca. A partir de junho de 2014, todas as baterias devem seguir as exigências do Inmetro e ter o devido selo de qualidade. Isso significa melhores baterias no mercado e preços maiores também.

Tudo que você precisa sabre sobre a bateria do carro

Não é mais preciso colocar água na bateria do carro

Uma bateria é um produto eletro-químico, sendo composta por ácido adequado, água destilada, uma fórmula química secreta das fábricas para não “secar” a bateria, e chumbo, o grande veneno das baterias. O ácido queima, mas o chumbo pode matar por envenenamento do sangue.

Nos automóveis toda bateria é de 12 Volts e várias amperagem. Seria como uma caixa d’água que sempre armazena água (volts) e com capacidades diferentes de litros (Ampéres). A eletricidade constante é o que produz a mágica do carro pegar. E isso é causado pelo alternador do veículo que produz energia enquanto o motor está ligado. Temos aí uma reação eletroquímica que é a ativação de tudo que está dentro da bateria (ácido, chumbo, etc) mantendo a bateria com densidade sempre suficiente para alimentar seu carro. Ou seja: carro com pouco uso no dia a dia é carro que ficará sem bateria em um dia qualquer.

Lembre-se: seu carro não possui um carregador de bateria e sim um “repositor” de energia, aquele que recompõe os gastos de energia do automóvel, como faróis e som. Seria como uma boia de caixa d’água que abre apenas para compensar o gasto instantâneo de água.

O que devo saber ao comprar uma bateria?

Muitos pensam no preço da bateria como o principal fator para decidir a compra. Mas quanto maior o preço, melhor a qualidade e durabilidade do produto. Uma bateria vale basicamente a quantidade de chumbo usado na fabricação. Sempre foi assim, mas hoje em dia o INMETRO interferiu e os resultados são evidentes, com uma melhor qualidade.

Então, o primeiro fator para se fazer uma boa compra é localizar o selo do INMETRO na bateria, o que garante o conteúdo. Daí, escolha a amperagem/hora (conforme o fabricante sugere), tempo de garantia e por fim termos da garantia.

Quanto aos termos de garantia, faça perguntas ao vendedor tipo: “Qual marca oferece garantia de sobrecarga?” ou ainda: “O que anula a garantia do fabricante?” “Esta marca é original de qual montadora?” Escolha sempre a que oferece melhor e maior garantia, e que seja original de alguma fábrica de automóveis. O mesmo vale para caminhões e utilitários.

Perigos e cuidados com sua bateria

Uma bateria não causa choque. Isso é uma lenda da desinformação. Mas ela pode ser mais perigosa do que um simples choque. Os riscos são: queimadura e explosão. As queimaduras ocorrem quando se encontra um pólo no outro, fechando curto na bateria – assim haverá grande liberação de energia. Materiais que são condutores de corrente, como ouro, não devem ser manipulados junto com a bateria (como alianças e anéis).

chupeta bateria arriada

 Quer trocar de carro? Dica imperdível para você economizar muito dinheiro e saber se não está sendo enganado: com milhares de cópias vendidas, o livro digital Como Trocar de Carro Sem Perder Dinheiro vai te ajudar a não cometer erros e fechar o melhor negócio possível. Detalhes aqui

Please follow and like us:

This article has 14 Comments

    1. Olá Nicolas. Não temos essa informação. O que sabemos é que houve muito roubo de baterias de gel usadas na telefonia e receptadas por donos de carros com som profissional. Neste caso é crime e tais baterias não podem ser usadas em veículos. Mas em breve vamos publicar um post sobre as verdadeiras baterias de gel para automóveis. Abraços.

  1. Na verdade as baterias seladas têm uma tampa do tipo “labirinto” que faz com que o vapor d’água desprendido condense novamente e retorne à caixa apesar do volume não ser 100% do original caso contrário as baterias durariam muito mais tempo, além disso, há o suspiro no recipiente que deve impedir o amento da pressão interna da caixa prevenindo consequentemente a “explosão” da bateria pela equalização da pressão interna com a externa.
    Mas eu gostaria de saber o motivo pelo qual tantas baterias têm visor indicativo da carga, mas simplesmente não funcionam direito?
    Uma limpeza com reposição do eletrólito e da água destilada poderiam prolongar a vida útil da bateria porque retiraria-se os resíduos do fundo da caixa e consumiríamos as placas mais tempo?

    1. Olá Fernando. Boa sua definição sobre as baterias seladas. Quanto ao tal visor minha opinião é que a insistência é para encarecer um produto sobre outro da concorrência, ou até lançar um novo nome no mercado, sem o visor, o que poderia reduzir impostos. Ou seja: o mesmo produto por menor custo. Outra situação é que as fábricas tentam criar uma vida útil regular do seus produtos para rodar sua produção e ter um planejamento futuro melhor do que se conseguia décadas atras.

      1. Alguém sabe a razão pela qual a maioria dos problemas nas baterias ocorrem no período de inverno, ou seja, em dias mais frios? Resposta: Simplesmente porque o frio faz com que a viscosidade -resistência ao escoamento – do óleo aumente daí ao dar-se a partida, a bateria deve fornecer maior corrente e como esta já está fraca, a mesma não consegue girar o motor.

  2. Ola Fernando,
    Tenho um voyage e preciso trocar a bateria dele, como foi comprado de um outro dono n sei se é original ela é de 40 ou 45 ah se não me engano. ele e 1.6 completo g5 2010/2011.

    1. Olá angelo. A diferença é pouca entre uma e outra bateria. Você vai ganhar um pouco mais de tempo de carga e força na partida. Muitos fazem esta troca. O mais importante é o motivo. Se for para usar mais a bateria com o carro parado, então o alternador vai ser forçado, embora o mesmo aconteceria com uma bateria de 60. Mas eletricamente falando, e se a bateria couber, não haverá mudanças significativas se for para o uso do dia a dia.

        1. Sua bateria no aplicativo da Moura é um 70 Kd. Com certeza existem marcas que são bem melhores. A moura mesmo é uma bateria que equipa a maioria das montadoras do Brasil. A Heliar seria outra boa maraca e o preço é equivalente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *