Ela tem uma função muito importante quando conduzimos nosso carro no trânsito. Assim como a luz de freio é uma indicação de parada, ou de freada do carro que vai a frente, a seta tem a função de indicar a todos os motoristas a nossa volta, para qual direção pretendemos ir, ou até mesmo em qual lugar vamos usar o freio para uma parada. Por isso são quatro lâmpadas, as vezes seis, para que todos possam ver você fazendo uma conversão. Nos modelos de hoje elas são quase sempre com vidro de cor laranja, ao contrário de antigamente quando a lanterna era laranja e lâmpada transparente. Questão de avanço tecnológico. O  avanço foi conseguir fazer um vidro laranja com alguma vida útil viável, o que não foi alcançado 100 por cento. É por isso que uma lâmpada de seta dos modelos mais novos queimam mais depressa.

Qual é a lâmpada de seta?

Em carros antigos as lanterna eram de cor laranja

Em carros antigos as lanternas  eram de cor laranja

 A grande maioria delas é lâmpada de um polo com pinagem em “Y”, ou desencontrada. Sua potência também é de 21 Watts, como as lâmpadas de um polo. Nas lanternas traseiras o acesso é quase sempre com a retirada de todo o conjunto, assim como é com as outras lâmpadas da lanternas. Alguns modelos de carros permitem retirar a lâmpada por trás, no porta-mala, sem necessidade de soltar porcas ou parafusos. Lembrando que em alguns carros – como os da Ford – a seta pisca vermelha por causa da lanterna da que tem essa cor.

lanterna traseira

Quanto as lâmpadas de setas dianteiras, elas fazem parte do conjunto ótico do carro, ou seja, quase sempre estão instaladas nas laterais do farol. Outra curiosidade é  um  defeito comum que acontece  no soquete, por mau contato. Então vale a pena conferir antes de trocar a lâmpada. Todo automóvel indica ao motorista quando uma ou duas lâmpadas de setas estão queimadas ou não funcionam: elas piscam mais depressa do que o normal, algo bem evidente.

lamapada de set no soquete

Please follow and like us: