Meu Uno parou de repente. O que é isso?

Então seu Uno, motor antigo, injetado, parou do nada. Você insiste na partida e ele simplesmente gira o motor mas não pega de jeito nenhum. Muitas podem ser a causa da pane, mas vamos falar nesse post sobre a mais comum e fácil de resolver. Depois do advento a ignição eletrônica, tivemos a implantação do sistema de injeção. Primeiro foi a chamada injeção “burra”, simples, sem muitos atuadores e outras peças que ajudam a melhorar a injeção.

Quando os distribuidores forma substituídos pelas bobinas individuais (cada vela recebe uma centelha de uma ou duas bobinas) foi também acrescentado o sensor de rotação. Sua função básica é captar um sinal eletromagnético de rotação e enviar para a central que o utilizará para vária funções. Entre elas está a sincronização da injeção e da ignição.

Eis a peça:

pane-no-uno

Fica evidente que se o sensor falhar, o motor não vai funcionar. Haverá uma pane total da ignição.

O que você pode fazer?

Existe um truque que quase sempre funciona e o reboque pode ser evitado. Este sensor fica preso a roda “fônica” que esta junto da polia mais baixa do motor. No uno ela fica do lado esquerdo do motor, abaixo do farol esquerdo. Basta achar o cabo igual ao da foto do sensor e segui-lo até a polia. O cabo passa quase sempre colado na capa da correia dentada.

Localizou a peça? Então, com o motor DESLIGADO, dê umas leves pancadas na ponta do sensor, (lado contrário da tomada da foto). Você pode usar uma ferramenta qualquer que alcance o sensor. Em seguida funcione o carro e veja se ele pega.

Mas lembre-se: não insista no procedimento. Se tiver que funcionar vai ser na primeira tentativa. Se pegar, então basta trocar o sensor, uma peça barata com serviço barato.

Trabalhe sempre em segurança. E na dúvida chame um mecânico e relate a ele sua desconfiança de defeito no sensor de rotação.

Please follow and like us: