Defeito no limpador de para-brisa traseiro – Será?

Existem situações em carros que podem parecer defeito, mas não são. É simplesmente parte do funcionamento. Em se tratando de equipamentos e acessórios elétricos isso pode ser bem comum. Pois no caso do Fiat – modelos mais novos – acontece essa situação. Parece um defeito – é levado até uma oficina – mas não é um defeito e muitas vezes pode ser cobrado. Acontece no limpador de para-brisa traseiro do Punto e outros equipados com esse acessório.

O motorista chega reclamando que em várias ocasiões durante o uso do carro o limpador traseiro de para-brisa funciona sozinho, sem ser acionado. A chave é conferida está na posição off. É claro que também pode ser um defeito na chave do limpador que simplesmente não desliga ele. Mas esse “defeito” acontece de maneira esporádica ou não é o tempo todo. Isso significa que ele acontece em determinada ação feita pelo motorista. Uma ação menos comum na rotina de dirigir o carro.

 parabrisa

Macete do limpador traseiro do Fiat

Dentro dessas rotinas a menos usada pode ser a ré. Quase sempre é feita em manobras curtas e mais raras. Se o seu limpador apresenta esse aparente defeito, repare se é no momento que a ré é engatada. Mas o vidro tem que estar relativamente úmido. Se for o caso, não se preocupe. É uma cortesia de conforto da fábrica para que a manobra de ré seja feita com mais segurança. Afinal, nem sempre ligamos o limpador traseiro mesmo que esteja chovendo. Por isso ao engatar a ré ele é acionado.

VEJA AQUI QUANDO TROCAR A PALHETAS DO LIMPADOR

O número de acessórios e recursos tecnológicos tem aumentado muito nos carros de hoje. Basta ver o tanto de luz que pode acender no painel do seu carro. Cada uma tem uma informação importante que deve ser conhecida pelo motorista. Uma maneira de ficar por dentro disso é ler e realmente estudar o manual do seu carro. Até os carros mais antigos ou bem antigos (como o Fusca) saíam de fábrica com um manual de instruções. E quase todos os modelos tem surpresas como essa da linha Fiat. Com certeza o vendedor não vai ensinar cada uma delas.

Ficar por dentro do funcionamento e manutenções rotineiras do seu carro podem evitar prejuízos, pequenas trapaças de oficinas, e no mínimo estar mais informado na hora de conversar com seu mecânico de confiança.

Você precisa de um seguro de automóvel que seja bom, eficiente, mas que não custe os olhos da cara? O Mãos ao Auto tem uma parceria com a Espínola Corretora de Seguros, que tem anos de experiência e trabalha com os principais seguros do mercado - e garante preços muito bons. Para fazer um orçamento, basta clicar aqui e preencher esse formulário. Nós encaminharemos seu pedido para a corretora, que entrará em contato trazendo a melhor oportunidade para você.