Defeito no limpador de para-brisa traseiro – Será?

Existem situações em carros que podem parecer defeito, mas não são. É simplesmente parte do funcionamento. Em se tratando de equipamentos e acessórios elétricos isso pode ser bem comum. Pois no caso do Fiat – modelos mais novos – acontece essa situação. Parece um defeito – é levado até uma oficina – mas não é um defeito e muitas vezes pode ser cobrado. Acontece no limpador de para-brisa traseiro do Punto e outros equipados com esse acessório.

O motorista chega reclamando que em várias ocasiões durante o uso do carro o limpador traseiro de para-brisa funciona sozinho, sem ser acionado. A chave é conferida está na posição off. É claro que também pode ser um defeito na chave do limpador que simplesmente não desliga ele. Mas esse “defeito” acontece de maneira esporádica ou não é o tempo todo. Isso significa que ele acontece em determinada ação feita pelo motorista. Uma ação menos comum na rotina de dirigir o carro.

 parabrisa

Macete do limpador traseiro do Fiat

Dentro dessas rotinas a menos usada pode ser a ré. Quase sempre é feita em manobras curtas e mais raras. Se o seu limpador apresenta esse aparente defeito, repare se é no momento que a ré é engatada. Mas o vidro tem que estar relativamente úmido. Se for o caso, não se preocupe. É uma cortesia de conforto da fábrica para que a manobra de ré seja feita com mais segurança. Afinal, nem sempre ligamos o limpador traseiro mesmo que esteja chovendo. Por isso ao engatar a ré ele é acionado.

VEJA AQUI QUANDO TROCAR A PALHETAS DO LIMPADOR

O número de acessórios e recursos tecnológicos tem aumentado muito nos carros de hoje. Basta ver o tanto de luz que pode acender no painel do seu carro. Cada uma tem uma informação importante que deve ser conhecida pelo motorista. Uma maneira de ficar por dentro disso é ler e realmente estudar o manual do seu carro. Até os carros mais antigos ou bem antigos (como o Fusca) saíam de fábrica com um manual de instruções. E quase todos os modelos tem surpresas como essa da linha Fiat. Com certeza o vendedor não vai ensinar cada uma delas.

Ficar por dentro do funcionamento e manutenções rotineiras do seu carro podem evitar prejuízos, pequenas trapaças de oficinas, e no mínimo estar mais informado na hora de conversar com seu mecânico de confiança.