Carro elétrico no Brasil é viável?

O carro elétrico no Brasil deixou de ser algo viável somente para o futuro e ser tornou algo para o momento. E tudo indica que o futuro da geração automotiva brasileira e no mundo são os veículos elétricos.

Motores elétricos de automóveis, motos, e caminhões já não é uma agenda “para o futuro”, mas um tema para o momento. O investimento no setor, embora ainda tímido, tem demonstrado estar em rápida evolução, tal como a necessidade de indivíduos e empresas planearem melhor os seus orçamentos.

O carro elétrico  no Brasil já é uma realidade no mercado, mas ainda vendem muito pouco e as razões são muitas. O preço elevado, adicionado à falta de infraestruturas, contribui para uma popularização lenta destes carros que serão, num futuro não muito distante, o nosso principal meio de transporte.

Mesmo com baixas vendas, há uma variedade de opções para carros elétricos no Brasil, com diferentes tamanhos, desempenho, e embalagens tecnológicas. O problema, evidentemente, é o preço e a incerteza quanto à manutenção e fornecimento destes veículos.

Carros elétricos: principais  benefícios

Embora ainda distantes da realidade de muitos brasileiros, os carros eléctricos têm vindo a ganhar cada vez mais espaço no país, com um aumento nas vendas de 66,5% até ao ano 2020 (dados da ABVE – Associação Brasileira de Veículos Elétricos) e a perspectiva de um grande aumento do número de veículos nos próximos anos.

O preço ainda elevado deve-se à recente tecnologia adoptada para o fabrico dos automóveis, especialmente das baterias, mas com o avanço dos recursos e a maior escala de produção com o aumento da procura, a tendência é que os preços se tornem cada vez mais competitivos.

Ainda não tem a certeza se o carro elétrico é uma boa opção? Veja as principais dúvidas:

1- Como os carros elétricos são carregados?

Podem ser carregados em casa e a maioria dos carros já vem com o seu próprio carregador, que pode ser instalado na rede elétrica.

2- A manutenção é cara?

Não! Apesar de um preço mais elevado no momento da compra, a manutenção é mais barata do que um carro de combustão, uma vez que têm menos peças.

Muitos artigos de manutenção frequentes para carros de combustão, tais como óleo lubrificante, embraiagem e velas de ignição, não existem em carros elétricos.

3- Será que a bateria se torna viciada com o tempo?

Não! A tecnologia da bateria utilizada faz com que haja uma compensação nos seus módulos quando apresenta algum defeito, equilibrando a carga e não prejudicando o funcionamento do veículo. Além disso, a garantia dos fabricantes é normalmente muito grande.

4- O carro elétrico pode dar choques?

Não! Todos os componentes elétricos estão bem isolados. Portanto, não há problema de choque nem de chuva.

5- Os carros elétricos são mais eficientes do que os de combustão?

Sim, para percorrer 100 km, por exemplo, os carros eléctricos consomem cerca de 20 KWh, enquanto os carros de combustão utilizam uma média de 10 litros. Comparando o valor do Kwh e o preço da gasolina, o custo do carro eléctrico é normalmente muito melhor.

6- O ar condicionado e o rádio irão consumir mais energia da bateria?

Não! O consumo é realmente mínimo porque o funcionamento destes itens é através de uma bateria de 12V, que é alimentada pela bateria principal do veículo.

Muito provavelmente já ouviu falar de carros eléctricos (EVs), certo? Apesar de não serem tão populares no Brasil, estes tipos de veículos estão ganhando cada vez mais evidência no mercado à medida que a sustentabilidade se torna um dos principais tópicos discutidos para a manutenção do planeta.

Carro elétrico no Brasil

Isto porque os carros elétricos têm a premissa de serem 100% zero em emissões, o que inclui zero emissões de gases com efeito de estufa, zero emissões de poluentes e zero ruído, o que também reduz drasticamente os impactos para o ambiente.

Outro dos principais benefícios é que utilizam a eletricidade como substituto da gasolina, diesel, e outros combustíveis fósseis. Basta imaginar como funciona um celular: recarregam-no com eletricidade durante um certo período de tempo até estar pronto para ser utilizado. Tão simples como isso.

Mas, mesmo assim, o processo não é tão simples em VE. O sistema eléctrico é diferente, os motores são diferentes, a autonomia… uma série de fatores que podem levantar dúvidas sobre como funcionam os motores elétricos.

 Carros elétricos: como funciona?

Ao contrário do motor de combustão encontrado na maioria dos veículos, os carros eléctricos utilizam motores elétricos.

São responsáveis pela conversão de energia elétrica em energia mecânica (também conhecida como energia de movimento). De fato, é esta conversão que faz mover o carro, através de um processo que envolve eletricidade e magnetismo.

Basicamente, o motor elétrico de EV é composto por duas partes principais: o estator e o rotor. A primeira é estática, enquanto a segunda gira.

No interior do motor, o estator utiliza energia elétrica para criar um campo magnético que faz girar o rotor. O rotor, por sua vez, é ligado a uma transmissão, que gira as rodas e move o veículo.

De onde vem a energia?

Existem dois tipos de correntes elétricas: corrente alternada (CA), onde a corrente muda periodicamente de direção, e corrente contínua (CC), que flui numa só direção.

O problema é que nos carros elétricos as baterias utilizam corrente contínua e os motores CA. Por conseguinte, a presença de um conversor é necessária.

Isto é o que transforma a corrente contínua das baterias em corrente alternada, compatível com os motores. A energia é então captada pelo estator, o que cria um campo magnético. A energia elétrica gerada por este campo magnético gira o rotor, o que permite que o veículo se desloque.

Obviamente, não é nossa intenção dar explicações mais complexas, mas essas podem ajudá-lo a compreender melhor como funciona o motor eléctrico de um VE -e como as reações dentro dele são muito mais sustentáveis do que com motores normais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Você precisa de um seguro de automóvel que seja bom, eficiente, mas que não custe os olhos da cara? O Mãos ao Auto tem uma parceria com a Compara Online, site que faz a comparação, em minutos, dos preços e coberturas das principais seguraduras e acha o melhor custo/benefício para seu carro. Para isso, basta clicar aqui e seguir o passo a passo.