Quase tudo no sistema elétrico de uma moto é diferente dos carros. No caso do farol de moto também temos  diferenças consideráveis, principalmente na potência. O que pode confundir o motociclista é a semelhança de formato e tamanho que uma lâmpada de moto tem com a H4 automotiva. Mas uma não substitui a outra.

A lâmpada H4 é de fabricação antiga e ainda muito usada. Sua característica principal é um bulbo de vidro mais longo, pois ele acende as duas fases, farol alto e baixo na mesma peça. Queimou uma fase, se troca a lâmpada com suas duas fases. Outra vantagem é o baixo custo dela e a facilidade de encontrar no mercado.

Lâmpada H4 para motos

No caso de carros, a lâmpada H4 é de potência maior, 60/55 Watts, alto e baixo respectivamente. Nas motos ela tem uma potência bem menor, 35/35 Watts para alto e baixo. Nesse caso a potência é suficiente, e também adequada ao sistema de carga de uma moto. Nela temos uma bateria bem menor do que de um carro, além de carregador mais fraco, conhecido como magneto. O farol também foi planejado para uma potência menor. Trocar as lâmpadas querendo mais potência pode danificar todas as peças da moto citadas acima. Não duvidem disso.

Outro tipo de lâmpada de farol de moto

É possível a instalação de lâmpada de leds no farol de uma moto. Alguns motociclistas preferem esse tipo de iluminação. Gasta mesmo energia, por ser de leds, atrai esteticamente também. Mas quanto a luminosidade vai depender do gosto ou habilidade do condutor. De fato a capacidade de “clarear” o caminho é de suma importância e objetivo principal. Consultar o código de transito também é necessário. Alguns dizem que a lei permite, mas quando ela é interpretada. Isso sugere uma conversa mais detalhada com a autoridade de trânsito, no caso de ser parado em uma blitz.

Ainda temos uma lâmpada de farol de moto mais diferente. Ela se parece mais com uma lâmpada de dois polos de carros, como a de freio e lanterna traseiras. Também é halógena e tem potência diferenciada. É conhecida como T19 e tem potência igual: 30/30 Watts. Normalmente é usada em motos menores e mais modernas. Mas ela pode ter uma ou duas fazes, dependendo do modelo da motocicleta.

Você precisa de um seguro de automóvel que seja bom, eficiente, mas que não custe os olhos da cara? O Mãos ao Auto tem uma parceria com a Espínola Corretora de Seguros, que tem anos de experiência e trabalha com os principais seguros do mercado - e garante preços muito bons. Para fazer um orçamento, basta clicar aqui e preencher esse formulário. Nós encaminharemos seu pedido para a corretora, que entrará em contato trazendo a melhor oportunidade para você.