Mãos ao Auto http://www.maosaoauto.com.br Wed, 29 Mar 2017 17:01:08 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.7.3 111956987 Pise na embreagem ao dar partida no seu carro http://www.maosaoauto.com.br/2017/03/pise-na-embreagem-ao-dar-partida-no-seu-carro/ http://www.maosaoauto.com.br/2017/03/pise-na-embreagem-ao-dar-partida-no-seu-carro/#respond Sun, 26 Mar 2017 15:20:57 +0000 http://www.maosaoauto.com.br/?p=8161 Pise na embreagem ao dar partida no seu carro Porque? Não seria uma imprudência? Ou é algo totalmente sem sentido, mais uma lenda brasileira? Com certeza é um conselho ouvido por muitos, mesmo para motoristas mais antigos. Mas reparem que é um conselho para o momento da partida, ou quando ligamos e acionamos o arranque […]

O post Pise na embreagem ao dar partida no seu carro apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

]]>
  • Pise na embreagem ao dar partida no seu carro
  • Porque? Não seria uma imprudência? Ou é algo totalmente sem sentido, mais uma lenda brasileira? Com certeza é um conselho ouvido por muitos, mesmo para motoristas mais antigos. Mas reparem que é um conselho para o momento da partida, ou quando ligamos e acionamos o arranque do carro. Aí que está todo o segredo da sugestão desse post: aliviar o momento da partida, ou diminuir a carga que o motor de partida vai sofrer. Pense na seguinte situação: uma chave é virada, o painel acende, e viramos mais um pouco a chave. O motor passa a funcionar. Nada de anormal. Pode isso Arnaldo? O cara está querendo me ensinar a dar partida no meu carro! Mas já imaginaram o tanto de peso, atrito, que um motor de partida tem que encarar? E quase sempre ele funciona bem, mesmo sendo bem pequeno. Seria como uma formiga que consegue carregar algo várias vezes mais pesado do que ela. Mas existe um limite. Todo acessório do seu carro tem uma vida útil muitas vezes calculada pela montadora.

    Pise na embreagem ao dar partida no seu carro

    1. Embora vigorosos, os arranques modernos são mais frágeis que os de tempos atrás. Muitos são do tamanho do induzido dos antigos! É evidente o motivo da menor durabilidade. Por isso esse post vem lembrar o conselho também antigo:  pise na embreagem ao dar partida no seu carro. Ao fazer isso, todo o sistema de embreagem e caixa de marcha é “desligado” do resto do motor. O alívio acontece pois o arranque gira a cremalheira que por sua vez está conectada a caixa de marchas pelo  conjunto de peças da embreagem, como o disco, a chapa e o colar. E tudo isso acontece com o motor girando. O motor fica mais leve e a durabilidade do seu motor de partida vai aumentar, além de ajudar o carro a pegar mais rápido. Alguns manuais de automóveis explicam esse mesmo processo como um procedimento de conservação do seu veículo. Evidentemente que essa é uma dica para carros manuais, pois os automáticos não usam embreagem, possuindo um sistema diferente. Mas dirigir com o pé na embreagem, como se fosse um descanso, não é saudável para o carro. A resposta está nesse link! Forte abraço a todos.

    O post Pise na embreagem ao dar partida no seu carro apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    http://www.maosaoauto.com.br/2017/03/pise-na-embreagem-ao-dar-partida-no-seu-carro/feed/ 0 8161
    Acessórios do seu carro que devem passar por manutenção periódica http://www.maosaoauto.com.br/2017/03/acessorios-do-seu-carro-que-devem-passar-por-manutencao-periodica/ http://www.maosaoauto.com.br/2017/03/acessorios-do-seu-carro-que-devem-passar-por-manutencao-periodica/#respond Tue, 21 Mar 2017 15:02:58 +0000 http://www.maosaoauto.com.br/?p=8130 Equipamentos e acessórios do seu carro que devem passar por manutenção periódica Não é apenas o óleo de motor, ou o nível de água do radiador que devem ser averiguados periodicamente. Mencionamos esses, pois são os primeiros que lembramos, ou somos lembrados, quando vamos a um posto de gasolina apenas com a intenção de abastecer […]

    O post Acessórios do seu carro que devem passar por manutenção periódica apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    Equipamentos e acessórios do seu carro que devem passar por manutenção periódica

    Não é apenas o óleo de motor, ou o nível de água do radiador que devem ser averiguados periodicamente. Mencionamos esses, pois são os primeiros que lembramos, ou somos lembrados, quando vamos a um posto de gasolina apenas com a intenção de abastecer o tanque do carro. Outros itens, não menos importantes, também devem ser vistoriados. E alguns deles ficam escondidos dos nossos olhos. Por  isso a necessidade de procurar por eles e verificar a situação. Mas caso não consiga, esse post vai deixá-lo mais informado e um mecânico vai ficar mais acessível.

    A manutenção também é obrigatória!

       Não basta apenas ter em seu carro os equipamentos que a lei exige. A manutenção também é parte dessa lei, e portanto está sujeita a inspeção das autoridades. Como a lei de trânsito não varia de estado para estado, estar em dia com esses equipamentos é uma lei federal. Neste post daremos dicas de manutenção de alguns desses equipamentos, aquelas que você mesmo pode fazer ou observar o desgaste e validade. Mas não é apenas por obrigação que devemos ficar atentos, envolve também a segurança no dirigir, a nossa e a de outros. Afinal o transito é sempre de pessoas, de vidas. Por isso existem as leis que conhecemos.

    Como dirigir em segurança sem cuidar do seu carro de maneira adequada?

    Dirigir sempre foi algo que atrai pela emoção, a eterna busca de liberdade, ou de  economia de tempo. Hoje em dia vemos mais carros de auto-escola do que táxis, não é verdade? Mas, isso significa que todos os dias nós temos novos motoristas cheios de ansiedades e dúvidas, pois, por melhor que seja, é impossível saber de tudo. Vale a dica: é mais fácil “criar” um piloto de corridas do que um motorista real! Por que? No primeiro caso se ensina uma habilidade de competição: como fazer uma curva 200 Km. Já um motorista de rua deve saber de detalhes em manobras e segurança. Isso inclui entender sobre manutenção básica.

    Equipamentos e acessórios do seu carro que devem passar por manutenção periódica 

             Outros acessórios que merecem         uma manutenção periódica

     Sugerimos então que você vistorie os seguintes equipamentos:

    1 – Pneus

    Também não é difícil de fazer uma vistoria. Um pneu não se avalia apenas pela aparência. Existem outros fatores como prazo de validade e qualidade do produto que deve ser sempre da marca recomendada pela fábrica por motivos óbvios. A calibragem é de suma importância. E é bom saber que existem vários tipos de calibragem dependendo do que vai acontecer, como uma viagem carga e números de passageiros. O manual do seu carro sempre orienta sobre essas calibragens. E não se esqueça do estepe. Ele deve estar sempre pronto para sua função que é uma eventualidade cada vez mais comum. Trocar um pneu furado e perceber que o estepe esta vazio, ninguém merece.

                                                   2 – Bateria

    É simplesmente o coração do carro. O local onde fica armazenado toda a energia acumulada para o funcionamento de tudo, até do motor. A quanto tempo ela está no seu carro? Dois anos já é terceira idade para ela. A qualidade é boa? Pesquise sobre isso e não economize dinheiro em uma bateria. Evite bateria com manutenção e confirme na garantia se ela exige manutenção. Muitas vezes ela é de baixa manutenção, mas não é livre de manutenção. A diferença é que os carros modernos exigem mais da bateria e por consequência, uma bateria de manutenção vai secar com muito mais rapidez do que antigamente, carros da época. Também fique atento a formação de zinabre, mesmo que a bateria seja nova. (clique aqui para saber mais de bateria)

    Equipamentos e acessórios do seu carro que devem passar por manutenção periódica

    As lâmpadas do nosso carro “marcam” nossa presença no trânsito

                                                 3 – Lâmpadas

    Pode não parecer, mas são de suma importância. Normalmente damos mais atenção quando a queima delas prejudica nossa direção. Mas as lâmpadas são mais para indicar a outros motoristas, nossa presença, direção, parada e até alerta em caso de emergência.  São essenciais para o trânsito, inclusive toda a iluminação interna. O primeiro acessório de um carro, quando da sua invenção, foram lâmpadas e faróis, exatamente pelos motivos acima. Para fazer uma manutenção e troca, é necessário ajuda ou o serviços de um profissional de confiança.  (veja aqui os vários modelos de lâmpadas)

                             4 – palhetas de limpadores de para-brisa

    Quem consegue dirigir na chuva sem limpador de para-brisa? É praticamente impossível e o risco de acidentes é grande. O estado das palhetas também pode influenciar. Repare o estado das borrachas experimentando a eficiência delas usando os injetores de água. Ela deve funcionar como um bom rodo, mantendo a visibilidade perfeita. Troque o conjunto pelo menos uma vez por ano e sempre por marcas boas ou originais. Em caso de viagem, levar palhetas de reserva é uma boa ideia.

    O post Acessórios do seu carro que devem passar por manutenção periódica apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    http://www.maosaoauto.com.br/2017/03/acessorios-do-seu-carro-que-devem-passar-por-manutencao-periodica/feed/ 0 8130
    O Ford 29 Speedster – Uma joia do passado http://www.maosaoauto.com.br/2017/03/o-ford-29-speedster-uma-joia-do-passado/ http://www.maosaoauto.com.br/2017/03/o-ford-29-speedster-uma-joia-do-passado/#respond Thu, 16 Mar 2017 19:31:36 +0000 http://www.maosaoauto.com.br/?p=8071 O Ford 29 Speedster – Uma joia do passado Seu porta-malas é uma mala de fato, um baú de época. Seus bancos, que refletem uma total despreocupação por segurança, possuem a graça da época, a alegria verdadeira de dirigir, onde o vento atingia a todos e o para-brisa servia apenas para não atrapalhar a visibilidade […]

    O post O Ford 29 Speedster – Uma joia do passado apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    O Ford 29 Speedster – Uma joia do passado

    Seu porta-malas é uma mala de fato, um baú de época. Seus bancos, que refletem uma total despreocupação por segurança, possuem a graça da época, a alegria verdadeira de dirigir, onde o vento atingia a todos e o para-brisa servia apenas para não atrapalhar a visibilidade do motorista. Seus faróis gigantes combinam inteiramente com o restante do carro, formando um conjunto agradável aos olhos, mesmo depois de  quase 90 anos. Um carro antigo, mas um prazer moderno desejado por muitos, mesmo que seja caro. Por isso o título deste post: O Ford 29 Speedster – Uma joia do passado.

    Porta-malas

     

    Ele possui rodas raiadas com pneus finos, além de um sobressalente externo que é puro charme. O porta-malas, como dito, é um baú externo, mas o estribo do Ford é adaptável para servir como um bom suporte de malas extras. Alguns filmes antigos registraram esse acessório próprio para viagens mais longas. O painel é um luxo no acabamento. Seus instrumentos são básicos para os dias de hoje, mas um grande avanço para época. O sistema elétrico segue o mesmo caminho: boa luminosidade e chicote bem distribuído por não ter fusíveis de segurança. O sistema de carga tem um gerador muito bem protegido por uma capa de metal que o deixa bem diferente dos geradores mais conhecidos (como o do Fusca, por exemplo). Mas um acessório surpreende nesse Ford 29 Speedster: uma bomba elétrica (de pulso) de combustível. Seu tanque é estético, também em harmonia com o carro, e tem capacidade para cerca de 80 litros. Para um bom mineiro que sou, chego fácil em Guarapari com um tanque desse cheio ( o modelo da foto já foi de BH a São Paulo algumas vezes). Outra surpresa: dois aceleradores, um no pé, como qualquer outro, e o segundo ao alcance das mãos. Por ali encontramos uma alavanca aceleradora, quase um piloto automático!

    Tanque de combustível

    O volante é de madeira e reto. Ou seja: não tem forma “anatômica”, respeitando a velha dita que o volante deve ser igual à roda. Assim pensavam no passado. Temos couro em todo o forro interno, inclusive nos bancos, que mais parecem de cinema.

    Embora um Ford 29 reflita classe e luxo, este Speedster é um esportivo, que alcança formidáveis 130 quilômetros por hora com seu motor carburado de quatro cilindros e caixa manual com três marchas e uma de ré. Ou seja: ele pode rodar tranquilamente nas atuais estradas brasileiras, se houver autorização para isso. E o modelo que experimentamos (das fotos) possui essa autorização! Na estrada temos um carro robusto, e que deve agradar em cheio quem gosta de adrenalina nas veias. Uma verdadeira joia do passado em pleno funcionamento!

     

     

     O Ford 29 Speedster - Uma joia do passado

     

    O post O Ford 29 Speedster – Uma joia do passado apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    http://www.maosaoauto.com.br/2017/03/o-ford-29-speedster-uma-joia-do-passado/feed/ 0 8071
    Como fazer a baliza do Detran – Dicas para o exame http://www.maosaoauto.com.br/2017/03/como-fazer-a-baliza-do-detran-dicas-para-o-exame/ http://www.maosaoauto.com.br/2017/03/como-fazer-a-baliza-do-detran-dicas-para-o-exame/#respond Thu, 09 Mar 2017 13:55:30 +0000 http://www.maosaoauto.com.br/?p=7773 Como fazer a baliza do Detran – Dicas para o exame Então chega o dia do exame para se tornar um motorista habilitado e quase sempre a maior preocupação do candidato é a tal de baliza, onde os examinadores são sempre rígidos, e o índice de erros durante a manobra tem que chegar perto do zero. […]

    O post Como fazer a baliza do Detran – Dicas para o exame apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    Como fazer a baliza do Detran – Dicas para o exame

    Então chega o dia do exame para se tornar um motorista habilitado e quase sempre a maior preocupação do candidato é a tal de baliza, onde os examinadores são sempre rígidos, e o índice de erros durante a manobra tem que chegar perto do zero. Mas o que é uma baliza? Como “aprender” a fazer uma baliza?

    Usamos a baliza  para estacionar um carro – e é o melhor método para isso. Ela acontece de ré por ser mais fácil de realizar a manobra. Embora muitos achem uma dificuldade manobrar olhando o retrovisor, de ré, e ao mesmo tempo se preocupar coma a dianteira do carro, basta experimentar estacionar um carro de frente, em vaga entre dois carros, para perceber a dificuldade.

    Então é uma manobra fácil? Tudo é uma questão de costume, principalmente acostumar a ficar tranquilo, sem perder a noção de espaço que se aprende com execícios apropriados ao treinarmos como fazer a baliza do Detran. Quase 100% dos motoristas tem medo de realizar uma baliza para estacionar seu carro.   Talvez seja um medo que vem exatamente do teste que todo aprendiz é submetido. Nesse dia, não tem “sangue”, mas suor e lágrimas é bem comum devido a uma lenda que se espalha entre os candidatos. Não devemos achar que a missão do examinador é reprovar todos os candidatos. Quando falamos de lenda, é porque o tempo criou uma, embora o teste de baliza seja até mais fácil do que décadas passadas. É verdade que o exame de baliza é responsável pela maioria das reprovações para ter a permissão para dirigir. Mas a dificuldade não é motivo para evitarmos de fazer essa manobra, principalmente depois que tiramos a carta; sim, a vida de motorista começa depois da aprovação nos exame.  Se conseguimos uma vez, na hora mais difícil que é o exame, em outras situações fica mais fácil. Seria algo como aprender a andar de bicicleta: se ficarmos anos sem andar podemos até ter uma dificuldade de equilíbrio, mas não se desaprende a andar de bicicleta.

    Como fazer a baliza do Detran - Dicas para o exame

    Fazer uma baliza é estacionar um carro em um espaço parecido com o da foto acima

    Basicamente a manobra é sempre a mesma. Não existe fórmula mágica para aprender como fazer uma baliza do Detran em uma primeira tentativa. O mesmo vale quando se tem dificuldade de fazer uma. E essa dificuldade aumenta quando se é reprovado uma ou mais vezes por causa da baliza. Mesmo com tanta tecnologia a disposição, como: aplicativos e vídeo aulas, o exame é solitário e sem consulta, uma verdadeira prova fechada.

    Técnica mais comum para fazer uma baliza do Detran

    • Procure a vaga (como a foto acima) e pare o seu carro ao lado do carro que está na frente da vaga ( caso da foto o carro amarelo).
    • Verifique se não outro veículo ou pessoas atrapalhando a manobra.
    • Se for estacionar a sua direita – como na foto acima – vire o volante totalmente para a direita. Se for vaga a esquerda vire o volante para a esquerda. Quase sempre o exame é feito a direita, que é nossa mão de trânsito oficial. Mas é bom treinar as duas, visto que o exame pode ser feito em uma via de mão única ou até a pedido do examinador (alguns estados).
    • Engate a marcha ré e mova lentamente o veículo até a roda traseira ficar cerca de 20 cm do meio fio. Em seguida vire o volante para o lado contrário até alinhar a direção.
    • Movimente o veículo, ainda de ré, até que ele fique alinhado com a calçada. Mas vigie a manobra pelo retrovisor para evitar bater nos cones ou com as rodas no meio fio (guia).
    • Se for necessário, engate uma primeira e deixe o carro ir um pouco a frente.
    como fazer a baliza do Detran - Dicas para o exame

    Imagem: Portal Na Estrada RO

    Mas o mais importante é o treinamento. Treinamento da manobra e do exercício da tranquilidade, o fator mais importante. Tenha em mente que não é um bicho de sete cabeças. Além dos procedimentos acima, e outros que seu instrutor pode conhecer, seria interessante simular o local do exame, com os cones e um examinador “dublê”,  exatamente como ele estaria no dia da prova de rua. Isso significa deixar o local mais conhecido pelo candidato e o dia do exame vai ser quase como um dia de treinamento. Outra dica é não ir para o exame com pouca prática de baliza, ou com pouco acerto nos treinamentos. Treine, treine, e treine, até ser como aprender a andar de bicicleta. Não faça uso de remédios. Eles podem piorar muito seus reflexos e o resultado ser pior do que sem o uso deles.

    Depois disso tudo, o exame foi positivo? Então você está sentindo a deliciosa vitória de conseguir a carta. Mas não fique entusiasmado com isso. Saber fazer uma baliza não cria repentinamente um bom motorista. Somente a rotina através de muita direção defensiva vai criar uma verdadeira responsabilidade no trânsito. Continue treinando, principalmente a boa educação de trânsito. E lembre-se que o mais importante envolvimento que existe ao dirigir é o da presença de pessoas. Sim, transito é de pessoas, de vidas.

    Como fazer a Baliza do Detran - Dicas para o exame

    Vidas!

    O post Como fazer a baliza do Detran – Dicas para o exame apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    http://www.maosaoauto.com.br/2017/03/como-fazer-a-baliza-do-detran-dicas-para-o-exame/feed/ 0 7773
    Como limpar e conservar o interior do seu veículo http://www.maosaoauto.com.br/2017/03/como-limpar-e-conservar-o-interior-do-seu-veiculo/ http://www.maosaoauto.com.br/2017/03/como-limpar-e-conservar-o-interior-do-seu-veiculo/#comments Fri, 03 Mar 2017 21:50:16 +0000 http://www.maosaoauto.com.br/?p=7965 Como limpar e conservar o interior do seu veículo Limpar e conservar o interior do seu veículo pode envolver vários acessórios, com diversos tipos de materiais. O painel é de um material, o carpete de outro, o forro de banco também pode variar muito e assim por diante. Nos bancos temos panos e couro. Mas […]

    O post Como limpar e conservar o interior do seu veículo apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    Como limpar e conservar o interior do seu veículo

    Limpar e conservar o interior do seu veículo pode envolver vários acessórios, com diversos tipos de materiais. O painel é de um material, o carpete de outro, o forro de banco também pode variar muito e assim por diante. Nos bancos temos panos e couro. Mas estes podem ser couro natural ou sintético e os panos podem ser de vários tipos. O painel costumar ser de material plástico. Porém, podemos ter acabamentos de metal, de couro, ou até mesmo de algum tipo de madeira. Os produtos não devem apenas limpar o interior do seu veículo, mas devem também conservar todos os materiais contra a exposição ao Sol, ou a poeira, que são os grandes vilões da situação.

     

    Devido ao grande número de acessórios, principalmente os de segurança, que  os veículos modernos possuem, se faz necessário alguns cuidados especiais no momento da limpeza e conservação do interior do seu carro. No banco do condutor e até em outros, podemos encontrar fios e conectores do sistema de Airbag. A manipulação pode desligar involuntariamente esse conectores e acender a luz do Airbaig no painel. Isso significa que ele não vai funcionar em caso de acidente. Molhar ou usar produtos diversos por ali também pode causar problemas no sistema. Usar limpadores a vapor, escovas duras e outros materiais abrasantes, não é recomendado. Isso pode provocar sérios danos  no interior do seu carro. No caso de bancos elétricos e com aquecimento, o risco é parecido, pois onde há eletricidade também há fios, chicotes deles. E quase sempre eles passam embaixo dos bancos e carpetes. A atenção nesse caso deve ser redobrada.

    Algumas considerações e dicas sobre esse aspecto:

    • Não utilizar pastas ou soluções “mágicas” para lavagem. Quase sempre elas decepcionam.
    • Não encharcar os bancos e procure se informar sobre isso no caso de levar seu veículo para lavar em alguma empresa especializada.
    • Não utilizar equipamento com pressão ou jato de ar.
    • Jamais ligue o aquecimento do banco para secá-lo. O resultado não vai ser o esperado e pode danificar o sistema elétrico/eletrônico dos bancos.
    • Cuidado com metais que podem compor sua roupa, como fechos e metais de acabamento. Muitas vezes eles podem riscar o painel  ou rasgar tecidos dos bancos. Isso também vale para quando dirigimos o carro.
    Como limpar e conservar o interior do seu veículo

    Interior de couro

     

    Como dito acima, os produtos para limpeza tem que ser bem específicos. Mas são apenas obervações para que o proprietário de um veículo pelo menos saiba qual deva ser usado ou não. No caso de dúvida e falta de experiência, a sugestão é procurar uma autorizada ou mesmo uma firma especializada. No mínimo vai haver mais conhecimento de quem é leigo e o serviço sempre é melhor para quem está informado. Veja a lista abaixo com algumas dicas de produtos para limpar e conservar o interior do seu veículo. (fonte: Volks do Brasil).

    Vidros e bancos (veja couro natural mais a frente)

    • Vidros – Use um limpa vidros e seque com couro para limpeza. Um pano sem linhas ou fiapos também é aceitável. O importante é secar sem “sujar” mais.
    • Couro industrial – Sempre use aspirador de pó no caso de sujeira e poeira. Se água ou outro líquido cair, limpe imediatamente com algo absorvente para evitar o surgimentos de manchas posteriores. No caso de usar um produto, recomenda-se um sabão neutro, suave. Mas use removedor somente com indicação de especialista. Não arrisque no caso de mancha de tinta ou esmalte.
    • Conservação – Jamais use produtos para couro em bancos com tecido ou com couro industrial. Mantenha sempre um pano absorvente no carro para limpar imediatamente o líquido derramado. Também procure sempre limpar os vidros com frequência. Não deixe acumular sujeira e não ligue o limpador de para-brisa com ele muito sujo. Embora seja um serviço externo, o resultado pode ser arranhões e comprometimento da visibilidade do lado interno.

    Material de plástico

    • Sujeira comum – remover com pano macio e úmido
    • Sujeira mais resistente – use o pano úmido e macio junto de um sabão neutro líquido. Jamais use alguma solução com solventes
    Como limpar e conservar o interior do seu veículo

    Como limpar e conservar o interior do seu veículo

    Comandos (seta, farol, etc)

    • Use um pincel do tamanho apropriado para determinados cantos. No caso, a poeira vai ficar bem evidente.  O fato de não ver a poeira não significa que  o local está limpo. Por isso uma limpeza constante também faz parte da conservação. Depois do pincel, use um pouco de solução de sabão neutro em um pano macio. Tome cuidado para não entrar algum líquido nos comandos.

    Frisos e outros

    • Também use somente um pano macio e umedecido em solução de sabão neutro.
    • No caso de cromo e aço inoxidável não use  solventes. Existem produtos adequados para este tipo de material  quando a sujeira é persistente de sair.

    Borrachas e acabamentos de madeira

    • Limpe as borrachas de portas e outras sempre com um pano macio e água abundante. Já no caso de conservação delas, existem produtos próprios para isso e de excelentes resultados.

    Cinto de segurança

    • Sempre usar escova macia. O cinto deve ser puxado para fora com cuidado. O produto usado é sabão neutro. No caso de dúvida, não insista e leve até uma loja especializada.Todo cinto de segurança também deve ter manutenção, além da limpeza.

    Couro natural

    • Existem produtos adequados para limpeza de couro e as diversas substâncias que podem cair nele e manchar.
    • Se a mancha for recente e de origem de produtos a base de água (café, etc), então absorva ela com um pano.
    • Se for antiga, devemos usar um removedor adequado para manchas em couro. Isso também vale para manchas causadas por gordura, tinta de caneta, graxa, sangue, etc.
    • No caso de conservação do couro devemos aplicar cremes especializados depois da limpeza. A cor do couro também deve ser levada em conta. Lembre-se de sempre proteger os bancos de couro natural do sol, principalmente em casos de longas paradas do veículo, como acontece em períodos de férias.

    É sempre bom relembrar que todos os itens que compõe o interior de um veículo são muito sensíveis a produtos  fabricados com solventes. Evite o uso deles. O bom senso também é um instrumento para limpar e conservar o interior do seu veículo. Não trabalhe no carro usando  roupas e qualquer material cortante, ou que possa ter pontas e causar danos graves. Abraços a todos e deixe sua sugestão nos cometários.

     

     

    O post Como limpar e conservar o interior do seu veículo apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    http://www.maosaoauto.com.br/2017/03/como-limpar-e-conservar-o-interior-do-seu-veiculo/feed/ 2 7965
    Como dirigir com consciência ecológica http://www.maosaoauto.com.br/2017/02/como-dirigir-com-consciencia-ecologica/ http://www.maosaoauto.com.br/2017/02/como-dirigir-com-consciencia-ecologica/#respond Sat, 25 Feb 2017 21:05:50 +0000 http://www.maosaoauto.com.br/?p=7847 Muitas vezes  dirigir é mais do que apenas entrar no carro, ligar o motor, e sair por aí. Existem muitas responsabilidades nas mãos de motoristas e donos de automóveis. Estão envolvidas: a direção defensiva, a manutenção preventiva, a boa educação no trânsito – que significa obedecer as leis de trânsito – e também a consciência ecológica ao […]

    O post Como dirigir com consciência ecológica apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    Muitas vezes  dirigir é mais do que apenas entrar no carro, ligar o motor, e sair por aí. Existem muitas responsabilidades nas mãos de motoristas e donos de automóveis. Estão envolvidas: a direção defensiva, a manutenção preventiva, a boa educação no trânsito – que significa obedecer as leis de trânsito – e também a consciência ecológica ao dirigir um veículo. Entre outras responsabilidades, essa é a pauta deste post: Como dirigir com consciência ecológica.

    Você sabia que rodar com os pneus calibrados é ecologicamente correto?  Evitar dirigir o carro em trechos curtos também é.  Muitas são as precauções e atitudes que devem fazer parte da rotina de um motorista. Mas tomar algumas decisões e agir quando somos donos e condutores de veículos, também são sinais que existe uma consciência ecológica ao dirigir. De fato, é uma obrigação moderna, de tempos diferentes, onde temos muito mais veículos no mundo do que algumas décadas atrás. Além disso, dirigir com consciência ecológica também é bom para o bolso. O desgaste de motor e pneus, diminui. Também temos economia de combustível, pois a poluição está diretamente ligada a queima deles, principalmente os fósseis, como a gasolina e o diesel.

    Como dirigir com consciência ecológica

    Dirigir de modo econômico é o princípio da consciência ecológica no uso de veículos. Uma maneira de economizar combustível é dirigir preventivamente. Como? Veja s dicas abaixo:

    • A condução irregular eleva o consumo de combustível. Fique de olho no tráfego para evitar acelerações e paradas frequentes. Mesmo em um trânsito caótico,  manter uma distância defensiva do veículo a frente ajuda nesse aspecto.
    • Rode com a marcha engatada para aproveitar o freio do motor que acontece nesse momento, e ao se aproximar de um obstáculo ou sinal de trânsito
    • Não “estique” as marchas. Faça reduções de marcha em rotação mais baixa. Isso economiza energia gasta exigida pelo veículo
    • Nunca use velocidades muito altas, ou a velocidade máxima do veículo. Isso aumenta a resistência do ar e aumenta a força necessária para deslocar o veículo. Isso é muito comum em estradas. O ideal é respeitar a velocidade máxima permitida no local.
    • Evite trajetos curtos. O motor funcionando com temperatura abaixo da ideal aumenta o consumo de combustível. Por isso, no inverno, o consumo de combustível sempre aumenta (pesquisa da Volks confirma).

    Nós não somos uma máquina. Mas mesmo assim precisamos cuidar da nossa saúde para ter uma qualidade de vida melhor e um futuro mais longo nesse mundo.  Os veículos são máquinas, criadas por nós, e que obrigatoriamente precisam de revisões da sua “saúde”.  A manutenção do veículo é primordial na ajuda contra a poluição e quase sempre existe uma manutenção preventiva indicada, seja de fábrica, ou de oficinas capacitadas. Muitas vezes o motorista deixa para trocar algum item quando ele já está no limite de desgaste. Isso pode ser poluente e com certeza a despesa envolvida vai ser bem maior. Por isso dirigir com consciência ecológica também envolve  saber da necessidade de aplicar manutenções preventivas no seu veículo. Quais seriam os principais itens de uma revisão “ecológica”? Veja a lista abaixo:

    • Trocar todos os filtros do carro e anotar a quilometragem ou tempo sugerido pela montadora para outra troca. Sim, anotar as revisões é fundamental.
    • Calibrar os pneus. Esse item é muito importante, pois um pneu pode influenciar no desempenho do motor. Rodar com pressão muito baixa, por exemplo, aumenta o desgaste do pneu, além de criar uma resistência extra na rodagem o que aumenta o consumo e a emissão de poluentes pelo motor. Do mesmo modo é importante  adequar a pressão de acordo com a carga que vai ser transportada. Como isso varia de modelo para modelo, seria importante consultar o manual do seu veículo para saber qual é a pressão correta para esses casos.
    • Use sempre o óleo de motor recomendado pela fábrica. Ele pode mudar de acordo com a quilometragem rodada pelo seu veículo. Mas, quase sempre, usar óleo sintético diminui o atrito interno do motor, ajudando no desempenho como um todo. Inclua aí uma melhora na partida a frio.

    Usar peças originais é uma regra em todo tipo de manutenção que deve ser feita em veículos. Elas foram fabricadas sob medida, quase como um segredo industrial, o que supera em muito a espionagem industrial que cria a chamadas peças “genéricas”. Uma peça oferecida por um preço bem mais baixo já é um motivo para se desconfiar da qualidade. Pode até funcionar no carro. Mas o desempenho não será o calculado pela fábrica, que sempre tem um controle de qualidade exigente.

    Outras dicas para dirigir com consciência ecológica

    • Evitar carga extra e desnecessária. Por motivos óbvios, quanto menor a carga, menor o gasto de combustível, que é o grande vilão poluidor da história
    • Economizar eletricidade. Pode isso Arnaldo? Pode sim. Esse tipo de economia é uma  aliada para poluir menos.  Deixe o vento circular pelo carro antes de ligar o ar-condicionado e desligue os acessórios de conforto que não precisam estar ligados em determinados momentos.
    • Escolha do veículo. As montadoras estão cada vez mais preocupadas com o meio ambiente. Mas isso acontece por causa da influência do desejo dos consumidores. Muitos escolhem os modelos menos poluentes por apreciar a ecologia. Isso influencia na vendas de veículos. A isenção de impostos também é uma alavanca para investimentos em novas tecnologias que causam menos impacto na natureza. Estar informado disso ajuda na hora de escolher um veículo ecologicamente mais correto.

     

    O post Como dirigir com consciência ecológica apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    http://www.maosaoauto.com.br/2017/02/como-dirigir-com-consciencia-ecologica/feed/ 0 7847
    Como regular limite de velocidade no painel do Uno Way http://www.maosaoauto.com.br/2017/02/como-regular-limite-de-velocidade-no-painel-do-uno-way/ http://www.maosaoauto.com.br/2017/02/como-regular-limite-de-velocidade-no-painel-do-uno-way/#respond Tue, 21 Feb 2017 16:05:09 +0000 http://www.maosaoauto.com.br/?p=7682 Speed Limit, esse é o nome para a função que pode fazer um símbolo piscar no painel do seu Uno Way ou Vivace. Um sinal sonoro, tipo um “beep”, também pode ocorrer. Sua serventia é uma lembrança importante para o motorista: que existe uma velocidade máxima permitida em alguma via de sua rotina. Programar este […]

    O post Como regular limite de velocidade no painel do Uno Way apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    Speed Limit, esse é o nome para a função que pode fazer um símbolo piscar no painel do seu Uno Way ou Vivace. Um sinal sonoro, tipo um “beep”, também pode ocorrer. Sua serventia é uma lembrança importante para o motorista: que existe uma velocidade máxima permitida em alguma via de sua rotina. Programar este sinal para alertar pode evitar acidentes, principalmente se for uma velocidade máxima nova na via, e até multas por excesso de velocidade. Em estradas, esse sistema pode salvar vidas, pois uma carro moderno pode alcançar velocidades bem altas sem que o motorista perceba de imediato. É pouca, ou quase nenhuma, a diferença  “de sensação” de estar a 110 Km por hora ou 150 Km por hora, que é uma velocidade proibida e onde quase sempre os acidentes que acontecem causam vítimas. O veículo é suave, moderno, mas as condições das estradas brasileiras ainda não permitem velocidades tão altas. Muitas vezes o antigo proprietário de um Uno Way pode ter programado esse sistema para velocidades muito baixas, que chegam a irritar ou preocupar o novo dono.

    Mas o próprio condutor pode programar este sinal, desprogramar, ou simplesmente desativar através de comandos simples como os da imagem abaixo. Mas a recomendação é sempre para criar uma rotina de segurança ao dirigir, usando todos os recursos que foram planejados e instalados no carro pela montadora. E com certeza este item não é um enfeite. Funciona de fato.

     

    Como regular limite de velocidade no painel do Uno Way

     

    Imagem: manual do proprietário do Uno Way

     

    O post Como regular limite de velocidade no painel do Uno Way apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    http://www.maosaoauto.com.br/2017/02/como-regular-limite-de-velocidade-no-painel-do-uno-way/feed/ 0 7682
    Dicas sobre limpadores de para-brisa http://www.maosaoauto.com.br/2017/02/dicas-sobre-limpadores-de-para-brisa/ http://www.maosaoauto.com.br/2017/02/dicas-sobre-limpadores-de-para-brisa/#comments Fri, 17 Feb 2017 17:20:58 +0000 http://www.maosaoauto.com.br/?p=7706 Dicas sobre limpadores de para-brisa É simplesmente impossível dirigir um carro sem os limpadores de para-brisa dianteiro. Mesmo um piloto de Fórmula 1 , com toda tecnologia existente, se vê obrigado a “trocar” suas viseiras para conseguir pilotar na chuva. No caso de carros normais, ou de passeio, é bem diferente. Se o limpador não […]

    O post Dicas sobre limpadores de para-brisa apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    Dicas sobre limpadores de para-brisa

    É simplesmente impossível dirigir um carro sem os limpadores de para-brisa dianteiro. Mesmo um piloto de Fórmula 1 , com toda tecnologia existente, se vê obrigado a “trocar” suas viseiras para conseguir pilotar na chuva. No caso de carros normais, ou de passeio, é bem diferente.

    Se o limpador não funcionar, segundos depois de começar uma chuva, os vidros perdem sua transparência e a visibilidade é quase zero. Quase sempre o desespero toma conta do motorista e a situação fica perigosamente imprevisível. Mas por que esse acessório para exatamente quando precisamos dele? Quais são os seus principais defeitos e como evitar que a situação descrita aconteça ou se repita?

    Dicas sobre limpadores de para-brisa

    Limpadores de para-brisa não funciona – por quê?

    Neste post explicamos alguns defeitos e dicas para que tudo corra bem ao dirigir na chuva. Normalmente o que mais acontece é queimar o fusível do limpador. E isso ocorre principalmente quando esquecemos da existência dele em períodos que não chove. Por ele ficar parado, às vezes por meses, a borracha do limpador costuma grudar no vidro, dificultando o movimento e o fusível pode queimar. Em alguns caso o motor do limpador pode queimar e o prejuízo será maior.

    Primeira dica:

    • Não “esquecer” do limpador e ligar ele também em época de seca. também podemos levantar as palhetas antes de ligar o limpador para desgarrar do vidro.

    Mas o limpador de para-brisa precisa de um conjunto de peças, além do motor, para funcionar.  Muitos modelos são equipados com o reservatório de água, que é lançada no para-brisa em conjunto com as palhetas de borrachas. Sua função é ajudar as palhetas a limpar melhor o para-brisa, além de ajudar a deslizar pelo vidro como um verdadeiro rodo.

    Segunda dica:

    • Mantenha o reservatório de água do limpador de para-brisa sempre cheio. Isso ajuda no movimento dele, além de evitar possíveis arranhões por poeira.

    Já falamos das borrachas das palhetas. Elas podem ser totalmente emborrachadas (as chamadas de “siliconadas”) ou ainda ter uma armação de metal. Nesse caso, o vidro pode ser arranhado por alguma ponta que sobressaia. É por isso que observamos alguns riscos que fazem um arco no para-brisa, acompanhando o movimento das palhetas.

    Outra dica:

    •   troque as palhetas com frequência, principalmente quando a época de chuvas estiver chegando e mesmo que tenha pouco uso. As borrachas ressecam com o sol e o tempo, podendo causar o que foi citado acima.

    A qualidade do produto também conta. Comprar e trocar palhetas de limpador sem procedência é uma temeridade, principalmente aquelas vendidas em semáforos, como se fossem quase uma ameaça do vendedor. Além de não ter qualidade, muitos limpadores têm sua máquina comprometidas. O peso e o tamanho podem quebrar o limpador.

    Quarta dica:

    • Compre sempre uma palheta original. Embora seja mais caro, compensa em todos os sentidos.

    São dicas fáceis de fazer que podem ajudar a não enfrentar uma situação inesperada e perigosa como ficar sem os limpadores de para-brisa durante uma chuva

    O post Dicas sobre limpadores de para-brisa apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    http://www.maosaoauto.com.br/2017/02/dicas-sobre-limpadores-de-para-brisa/feed/ 1 7706
    Novo Hyundai Creta 2017 http://www.maosaoauto.com.br/2017/02/novo-hyundai-creta-2017/ http://www.maosaoauto.com.br/2017/02/novo-hyundai-creta-2017/#respond Thu, 09 Feb 2017 21:25:13 +0000 http://www.maosaoauto.com.br/?p=7558 Novo Hyundai Creta 2017 A Hyundai lançou  O Creta 2017, uma nova SUV. Além do grande espaço interno, e do design moderno que é bem típico da Hyundai, alguns acessórios são destaques nesse modelo 2017. Nosso site posta mais sobre acessórios  elétricos e eletrônicos, nossa especialidade, diga-se.  Por isso damos mais ênfase a estes itens em […]

    O post Novo Hyundai Creta 2017 apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    Novo Hyundai Creta 2017

    A Hyundai lançou  O Creta 2017, uma nova SUV. Além do grande espaço interno, e do design moderno que é bem típico da Hyundai, alguns acessórios são destaques nesse modelo 2017. Nosso site posta mais sobre acessórios  elétricos e eletrônicos, nossa especialidade, diga-se.  Por isso damos mais ênfase a estes itens em um lançamento de montadora. Não vamos explicar todos, pois alguns são bem óbvios. Mas a preferência é pelos destaques, aqueles acessórios que são mais desconhecidos do público brasileiro e podem ser uma grata surpresa. O Hyundai Creta 2017  possui muitos itens assim.

    Entre eles temos o controle do piloto automático no volante, que permite um acesso rápido para programar uma velocidade constante sem acelerar, assim como a chave Smart Key que é presencial. Ou seja: o motorista pode destrancar ou trancar o carro sem retirar a chave do bolso, bastando tocar na maçaneta em lugares específicos. Do mesmo modo a chave pode permanecer guardada para dar partida no motor. Basta um leve toque no botão de start. O mesmo se faz para desligar a SUV da Hyundai. Veja abaixo mais alguns acessórios desse modelo.

    Foto: divulgação do site da Hyundai

    Luz de curva

    Nos faróis, o Creta 2017 vem equipado com LEDs e luzes diurnas. A  fábrica também anuncia que os faróis são mais protegidos. As famosas e interessantes “cornering lamp”  também equipam o conjunto ótico deste SUV da Hyundai. Sua função é aumentar a iluminação na lateral do veículo tornando manobras e estacionamentos noturnos mais seguros. Também é conhecida como luz de curva. Uma boa ideia da montadora em instalar esse acessório já usados por outros modelos.

    Banco do motorista com ventilação

    São ventiladores internos instalados para refrescar o motorista e aumentar o conforto, e, por consequência, a segurança no dirigir. Como os bancos são revestidos de couro, o espaço entre o motorista e o banco do carro ganha mais uma temperatura mais agradável. Uma ideia que pode ser estendida aos  outros bancos também.

    Sistema de parada e partida automática do motor

    É um sistema que desliga automaticamente o motor durante paradas. Para religar, basta pisar no acelerador. É um evidente acessório de economia de combustível. Muitas vezes o trânsito lento das capitais brasileiras causam um gasto passivo de combustível. Quem vai se lembrar de desligar o carro em momentos assim? Evidentemente que isso faz pensar no desconforto da falta do ar-condicionado, por exemplo, que precisa do motor ligado para funcionar, Mas basta lembrar que o motorista tem o controle da situação ao pisar no acelerador, acionando o motor e o ar.

    Foto: Divulgação do site da Hyundai

    Airbaig

    São seis. Pode parecer exagero, mas somente quem já sofreu um acidente ou viu um sabe como esse acessório pode salvar vidas. Deveria ter mais. Eles são frontais, laterias e de cortina, lembrando os do Durango mexicano. A segurança é muito boa o que aumenta a confiança do motorista de dirigir sem outras distrações e pensamentos.

    Vigia de pressão dos pneus

    Um acessório que é uma benção da modernidade. Ele indica ao motorista se o a pressão do pneu está caindo. Resumindo: avisa com antecedência que o pneu está furado, dando tempo para procurar um profissional e não ficar na rua. Até a temperatura dentro dos pneus é informada. Seria o fim dos macacos nos automóveis? Essa é a tendência. Pode parecer um serviço fácil trocar um pneu furado, mas nunca foi, sequer em carros antigos, quanto mais nos modernos e com rodas que parecem mais de caminhão.

    Computador de bordo

    O computador de bordo do Creta permite visualizar informações sobre autonomia e consumo. Fica posicionado no centro do painel, bem acessível aos olhos do motorista. Muitos reclamam das letras miúdas dos computadores de bordo. Mas é bom lembrar que a maioria das informações  fornecidas ali devem ser verificadas com o carro parado, para uma avaliação que ajude a melhorar um consumo futuro, por exemplo. Qualquer informação, que não seja de luz vermelha, pode distrair o motorista e provocar acidentes.

    Além disso, o carro tem um multimídia de última geração, integrado a tecnologia dos celulares e GPS, câmera de ré, todos interligados em um moderno sistema de conectividade. Com tanto acessórios – sem contar o  restante do sistema de iluminação e ar-condicionado – exige um sistema de carga potente. Não existe acessório instalado que não deva ser usado, ou um carro que não possa usar todos os seus acessórios ao mesmo tempo. Faltar energia por isso é fato do passado. Hoje em dia os alternadores são verdadeiras usinas de energia e as baterias podem ser comparadas a de um caminhão. O Hyundai Creta 2017 não fica devendo a nenhum outro modelo nesse quesito de energia.

    O post Novo Hyundai Creta 2017 apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    http://www.maosaoauto.com.br/2017/02/novo-hyundai-creta-2017/feed/ 0 7558
    Como trocar o relé de farol do seu Fusca http://www.maosaoauto.com.br/2017/02/como-trocar-o-rele-de-farol-do-seu-fusca/ http://www.maosaoauto.com.br/2017/02/como-trocar-o-rele-de-farol-do-seu-fusca/#respond Tue, 07 Feb 2017 18:25:54 +0000 http://www.maosaoauto.com.br/?p=7657 Como trocar o relé de farol do seu Fusca Embora seja uma tecnologia de “entre guerras” (primeira e segunda guerras mundiais) o sistema elétrico do Fusca é prático, principalmente na hora de consertar ou trocar uma de suas peças. Pode parecer que não, mas basta comparar com a dificuldade de um carro moderno, ou até […]

    O post Como trocar o relé de farol do seu Fusca apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    Como trocar o relé de farol do seu Fusca

    Embora seja uma tecnologia de “entre guerras” (primeira e segunda guerras mundiais) o sistema elétrico do Fusca é prático, principalmente na hora de consertar ou trocar uma de suas peças. Pode parecer que não, mas basta comparar com a dificuldade de um carro moderno, ou até mesmo com um dos anos 80/90, que não são mais modernos. Embora eu ache que seja um resultado do esforço alemão de guerra – o que é triste de fato – foi uma boa herança deixada para futuros donos desse carro também maravilhoso.

    Sistema elétrico do Fusca

    Suas partes principais ficam atrás do painel, dentro do capô, ou porta-malas dianteiro. Do lado de dentro, na cabine, ficam os controles de luzes e também o acesso a caixa de fusíveis para uma troca, quando houver necessidade. Dentro do compartimento do capô dianteiro, encontramos dois ou três relés, dependendo do ano ou de alguma adaptação feita. Temos o relé de seta, o relé de farol, e ocasionalmente um relé de buzina. Mas o que nos interessa nesse post é o relé de farol do Fusca e como trocá-lo.

     

    Este é um relé de farol de Fusca

     

     

     

     

     

     

     

     

    Observando o esquema acima, percebemos que a ligação é simples, com poucos fios e funções bem evidentes. Para trocar o relé, a melhor maneira é :

    •  Desligue o negativo da bateria
    • Vire o relé velho para que fique visível os números dele
    • Não retire todos fios, mas troque um por um conferindo a posição e cor (confie mais nos números e letras)
    • Depois de uma checada final, recoloque o relé em sua posição original
    • Teste o relé ligando a chave de farol no último estágio. Em seguida puxe levemente o comando de  seta e observe se o farol vai mudar de fase. O relé deverá fazer um barulho nesse momento.

    O relé de farol do Fusca é um dos mais robustos que já foram fabricados para um carro de linha. Sua função básica é “segurar” a caloria produzida pelas  lâmpadas e preservando a fiação e outros componentes do farol. Ele também tem a função de comutar o farol, ou seja: de mudar do farol baixo para o alto das duas lâmpadas e vice-versa.

     

     

    O post Como trocar o relé de farol do seu Fusca apareceu primeiro em Mãos ao Auto.

    ]]>
    http://www.maosaoauto.com.br/2017/02/como-trocar-o-rele-de-farol-do-seu-fusca/feed/ 0 7657