Esta matéria também vale para quase todos os modelos da família Palio da Fiat e alguns Unos.

O pisca-alerta do Palio é um acessório que faz parte do comando de setas do carro, juntamente com os faróis, limpador de para-brisa e buzina. É uma peça única. Por isso pode parecer que concertar o pisca-alerta implica em trocar o comando inteiro. Não é o caso.

O pisca-alerta do Palio

O botão vermelho é o pisca alerta do Palio

Um defeito no pisca alerta do Palio e outros modelos do mercado, também pode influenciar as setas. Elas podem simplesmente parar de funcionar ou apresentar um defeito intermitente. É assim porque a corrente da seta passa primeiro pelo pisca-alerta e de lá é distribuída para a alavanca e lâmpadas da seta. É um sistema elétrico que não muda a décadas por ser bem eficiente.

Alguns modelos mais modernos usam uma central de pisca que substitui o sistema atual. Mas os modelos antigos têm conserto ou são no mínimo com menor custo, no caso de troca. Sim, existem alertas e setas bem mais caros do que aquele que pode estar equipando o seu carro.

Principal defeito

Além de quebra do alerta, o que é raro devido sua posição no carro (atrás do volante), o defeito que mais acontece é o alerta não parar de piscar, ou a seta parar, e ser necessário mexer na tecla para ela voltar a funcionar. Se você já tentou “calçar” o pisca alerta do seu Fiat, então ele está com esse defeito.

O pisca-alerta do Palio

Devemos sempre ter um eletricista de autos de confiança. E eles sabem como resolver esta questão a um custo mais baixo. A peça acima é o pisca-alerta fora do comando. Ele é encontrado para compra na internet. Essa troca pode ser feita. Mas o grande problema é que o causador do defeito nessa peça continua no comando. Em médio prazo vai acontecer de novo. Agora reparem a imagem abaixo.

O pisca-alerta do Palio

É a mesma peça, porém temos as duas molas ao lado. Com um procedimento simples, de 20 minutos no máximo, um eletricista retira o pisca-alerta, em seguida as molas, e monta de novo sem as molas. Tudo vai funcionar novamente. A diferença é que o botão do alerta vai perder as molas ou o efeito “vai e volta” que todos conhecem. Passamos a ter uma tecla de funcionamento liga/desliga, ou puxa e empurra.

É um serviço barato e prático. Nunca mais vamos precisar calçar o pisca-alerta para ele parar de piscar. O mais demorado é retirar o comando e fazer a “cirurgia” na bancada. Mas por 60 reais está bem pago, para quem tem prática. É aí que entra a confiança no eletricista citada acima.

Please follow and like us: