O cano de água do Uno antigo é simples mas complicado. Mesmo assim foi usado por décadas e até hoje equipa a linha Fire, entre eles modelos do Palio e Siena da Fiat. A diferença foi exatamente o que facilitou um pouco a troca de cano: os mais modernos são presos por anéis de borracha e não por parafusos que foram motivos de lamentação de muito mecânicos. Mas o material é o mesmo, assim como o formato e a durabilidade. O estranho é imaginar por que a Fiat colocou esse cano de água simples, mas que exige trocas periódicas meio anormais.

O que é o cano de água da Fiat

É um tubo de metal, com cerca de 35 cm e três entradas ou passagens de água. É de metal aparentemente reforçado. Os mais antigos são fixos por dois parafusos de um lado e mangueira e abraçadeiras do outro. Também pode ter um suporte para fixação no motor e assim funcionar sem mexer muito. Funciona em altas temperaturas e pode causar queimaduras sérias. Quando apresenta defeito, o veículo perde muita água e fica sem condição de rodar. Também pode danificar o cabeçote do motor gerando sérios prejuízos.

Cano de água do Uno antigo: simples mas complicado!Como funciona?

Trabalha como “ponte” entre o bloco do motor e mangueiras de água. Faz parte do sistema de refrigeração da água do motor. Sua função é muito parecida com os selos de bloco, se são peças que funcionam como rolhas. Ou seja: são de material mais frágil e “estouram” quando o motor aquece demais, rodando sem ventilação. O cano de água não dilata como as mangueiras, o que pode até causar acidentes no caso de superaquecimento do motor. Elas, as mangueiras, incham até explodir. O cano tem pontos fraco que podem se romper com mais facilidade, aliviando a pressão dentro do sistema de arrefecimento. Seria um “fusível” de aquecimento do motor? Pode ser.

Localização: entre o bloco do motor e o escapamento. É mais fácil de ver por baixo e deve ser trocado em elevador ou cavaletes.

Cano de água do Uno antigo: simples mas complicado!

Principais defeitos

Vazamento por corrosão da água e pressão de água quente (veja imagem acima). Pequenos furos aparecem no corpo ao lado de manchas de ferrugem. Ele também pode vazar em suas pontas por abraçadeira sem aperto ou por algum parafuso bambo. A instalação sem junta – ou com junta ruim (de papel) – também pode fazer água vazar nas entradas do cano.

Por que é complicado?

Sua troca deveria ser bem mais simples, principalmente a do cano do Uno antigo. A localização já atrapalha, sendo que a mangueira que segue esse cano é muito mais simples de trocar. É necessário ferramenta  diferenciada, principalmente para recolocar a peça no lugar, exatamente por causa do último parafuso de fixação. É um serviço que pode demorar dependendo da experiência de quem está realizando. O modelos mais novos da Fiat usam presilhas diferenciadas para a fixação, o que ajuda mais na troca. O problema nesse caso é quebrar uma dessas presilhas. Também, nos dois casos,  deveria ser vendido como um Kit, com juntas e abraçadeiras, além de um pouco de veda junta.

Please follow and like us: