Então a boa Senhora voltou, a velha e boa Kombi está de volta!. Quem pensou na Kombi antiga, a famosa “vovozinha”, acertou. Mas quem imaginou uma Kombi 2018, moderna, com todas as exigências da lei, além de tecnologia de ponta, também acertou. A excelente notícia é que a semelhança entre as duas é o nome e o design apaixonante.

A boa Senhora

A Kombi Vovozinha é aquela do vidro dianteiro partido no meio, também conhecida por “jesus tá chamando” pela aparente falta de segurança em caso de acidente. Mas qual carro dos anos 60 e 70 eram seguros? Naqueles tempos, um acidente a mais de 80 Km por hora era quase sempre fatal, não importando a marca do veículo. Não existia Airbag, frios ABS, e até os cintos de segurança eram abdominais (passavam apenas na cintura) e o seu uso era facultativo e pouco fiscalizado.

Mas foi exatamente a falta de possibilidade de instalar AIRBAG e ABS nas Kombi que a retirou do mercado em 2014. A partir de 1 de janeiro daquele ano todo veículo deveria sair com esses itens de fábrica. A produção da velha Senhora, mesmo cheia de plásticas, foi interrompida em nome da segurança alcançada pela tecnologia. Isso no Brasil.

No exterior, na Alemanha, a Vovozinha ainda poder ser comprada e nova. Alguns empresários conseguiram a licença para voltar a fabricar a velha Kombi, mas sob encomenda. Isso é uma boa notícia! Alguém notou como esse modelo da Kombi sumiu repentinamente das ruas? Pois elas estão na Alemanha e em outros países da Europa.

Kombi 2018

Então, a fábrica alemã resolveu lançar a Nova Kombi. No Brasil será a Kombi 2018. O interessante é que relançamentos de modelos antigos são chamados de “carros emocionais”. Pode ser. Mas é evidente que o sucesso de vendas da Kombi fez a fábrica alemã, já combalida com multas e outros, é a motivação maior. Esse lançamento não é notícia muito nova. No inicio do ano já comentavam nas redes sociais e algumas matérias foram publicadas. Mas o Mãos ao Auto resolveu esperar um pouco mais para analisar o que vem por aí. E a ideia é boa, e o design agrada e muito.

A notícia é que teremos o modelo família (primeira foto) e o modelo tipo Cargo (acima) com seis rodas e boa capacidade de carga. repare as entradas laterais de ar, o que significa motor refrigerado a água e boa potência. O tipo de motor ainda não foi divulgado. Mas as fotos acima e informações vindas da Argentina descartam, pelo menos no modelo Cargo, um motor totalmente elétrico. A informação também indica que no Brasil o combustível da Kombi será gasolina.

O design agrada. O vidro dianteiro fecha em um conjunto por toda a lateral do carro. Os faróis são enormes e de longo e bom alcance. Não tenha dúvida que a tecnologia é de ponta. Os preços podem variar de 65 mil a 110 mil reais, dependendo do modelo. Resta aguardar o lançamento.

Please follow and like us:
Kombi 2018 – Um sucesso garantido Design impressiona brasileiros"> Share