O que é uma chave Allen

Era o ano de 1910 quando parafusos com cabeça hexagonal surgiram no mercado. Logo receberam o nome do seu inventor: Allen, William Allen. Eram seis lados em vez de um simples reta – como no caso das fendas – ou em forma de cruz das chamadas Philips. Antes dos parafusos Allen, existiam os com 4 lados de apoio. Ou seja: esse era o lugar onde era introduzido a chave para apertar e soltar. Na prática era muito frágil, aumentando os custos finais de uma obra que precisasse de parafusos. Os seis lados de Allen caíram como uma luva aumentando o apoio e a possibilidade de aplicar força maior. Logo conquistaram o mercado. Quase toda família passou a ter um conjunto dessas chaves em casa, entre suas ferramentas, para as eventualidades do dia a dia.

O que é uma chave Allen

Elas podem ter vários tamanhos e formatos. Na foto acima temos a chave Allen em formato de “L”, sendo possível usar as duas pontas delas. O tamanho, ou comprimento, também pode ser variado. Isso possibilita vários tipos de manobras e tentativas de soltar um parafuso Allen. Muitos desses parafusos podem ficar em locais ou posições bem esquisitas, o que parece ser uma preferência das fábricas, principalmente de carros.

O que é uma chave Allen

As medidas são em milímetros, como as chaves de boca e outras. Medidas em polegadas podem ser encontradas. Mas são mais raras nos dias de hoje. O Brasil aceitou mais as medidas em milímetros em quase todas as fábricas e indústrias. As chaves tipo Allen também podem ter cabos, como as de fendas e canhões. Nesse caso a “pegada” é maior, facilitando mais a retirada do parafuso. O tamanho, ou diâmetro, vai depender do parafuso  a ser retirado e usado. O bujão do cárter de um carro (onde sai o óleo do motor quando é trocado)  pode ter um parafuso assim: raso – ou curto – e tipo Allen com bitola bem grande. Pode chegar a 12 milímetros ou mais.

Com o passar do tempo foram introduzidos os parafusos com estrias, que seriam um tipo de Allen com ranhuras. Não são muito apreciadas pelos profissionais, pois costumam ser mais difíceis de tirar em determinados casos. Também estragam mais fácil o que complica o serviço. Os parafusos de fixação de arranque de alguns modelos Palio são um bom exemplo exigindo do mecânico algumas manobras bem criativas para soltá-los. Mas isso é outra história.

 

Please follow and like us: