O que é um alternador?

O que é um alternador? Esse é mais um nome complicado que faz parte de um veículo. Aliás é uma das mais importantes peças do seu carro. Algum mecânico já fez um diagnóstico de defeito no alternador do seu carro? Então não se preocupe, pois vou explicar em palavras bem simples o que é um alternador e como ele funciona no seu carro. Também irei abordar os defeitos mais comuns que acontecem em um alternador e porque alguns são mais caros ou mais baratos de resolver.

É o alternador quem mantém a bateria do seu carro carregada. Muitos acham que uma bateria sai de fábrica com uma carga “eterna”. E isso é uma opinião de clientes muito comum nas oficinas. De fato ela sai carregada de fábrica. Mas a carga precisa ser reposta de maneira constante, a medida que o carro “gasta” energia dela. Gosto muito de usar uma ilustração comparando a bateria com o funcionamento de uma caixa de água.

Como funciona o alternador do seu carro

A caixa de água de uma casa tem sua capacidade sempre compensada pela água que vem da rua. Quando usamos a torneira, o banheiro e outros, o nível de água baixa e a boia deixa entrar somente essa quantidade que saiu. Com o registro da rua aberto, e água constante, a caixa de água sempre vai ficar cheia. Como comparação, o registro é o alternador, a boia uma peça interna dele (regulador de voltagem) e a caixa de água seria a bateria.

Assim que ligamos um farol, rádio, ou outro acessório qualquer do carro, o alternador compensa a saída de energia da bateria, mantendo ela sempre carregada. O regulador de voltagem controla essa entrada de energia. Assim como precisa de ter água vinda da rua, o motor do carro precisa estar ligado para o alternador funcionar. Se faltar água, seca a caixa, se faltar energia na bateria ela descarrega em pouco tempo. No caso de um alternador ele é movido por força mecânica, ou pelo motor do seu carro através de uma correia. Daí vem o nome “correia do alternador”, que é uma correia mais simples e bem diferente da correia dentada.

Os cabos, ou fios, do alternador energizam a peça que em rotação gera uma carga que é “depositada” na bateria do seu carro. Simples assim e temos uma verdadeira usina de energia nos nossos veículos. Com o passar do tempo novas tecnologias – principalmente de redução de tamanho de peças – possibilitaram alternadores mais possantes, mas com o mesmo princípio de sempre. Sua energia é de corrente contínua, mas isso é outra história.

Luz de bateria

Tem um desenho de bateria, mas não é a luz de bateria. Essa luz significa exatamente a falta de água na rua da ilustração, ou, no nosso caso, a falta de energia entrando na bateria. Nos dois casos vai apenas sair – e assim a caixa vai secar e a bateria vai descarregar. De forma alguma essa luz significa defeito na bateria e sim defeito no alternador.

Na imagem abaixo vemos em primeiro plano o alternador (esquerda) no motor e a bateria (direita). Mas embaixo temos o alternador na sua posição e a luz de carga de bateria que fica no painel do carro.

Como funciona o alternador do seu carro

Defeitos de um alternador

Podem ser: correia do alternador que soltou ou literalmente quebrou; regulador de voltagem com defeito e nesse caso já está incluído as famosas escovinhas. Na maioria dos casos de troca de regulador, o novo já vem com suas escovas. O tempo que se trocava as escovas ficou para trás. Não fazemos mais esse serviço. O coletor do rotor, onde as escovas se “gastam”, também pode apresentar defeito. Mas teria que ser em um carro muito rodado, como um Táxi, por exemplo. Existem outras peças dentro do alternador, como a mesa retificadora. Ela pode apresentar defeito também. Mas nesse caso quase sempre é por erro de algum serviço mal feito como uma chupeta com fios trocados ou um curto na bateria.

Custo do reparo de um alternador

É necessário uma avaliação do estado geral do alternador. A mão de obra é combinada antes, mas as peças internas podem ser baratas ou muito caras. Por incrível que pareça, quanto mais antigo o alternador mais barato e viável é o conserto dele. As marcas “nacionais” e antigas, são mais robustas e com peças mais simples e baratas. No caso de alternadores mais modernos uma peça pode ser cara e quase sempre outras também apresentam defeito. É nesse caso que devemos avaliar o custo benefício do reparo, pois talvez compense trocar o alternador inteiro. Um reparo pode ser entre 340 e 500 reais, dependendo da região do país.

 

Please follow and like us: