Alguns equipamentos obrigatórios do seu carro

Preocupado com qual acessório é obrigatório ter no seu carro?  Como saber se estou totalmente dentro da lei? Dirigir também tem regras, e bem rígidas. Pode parecer um paradoxo tal obrigação pela situação que passa nosso país, mas muitos acessórios são essenciais para nossa segurança. Por isso, simplesmente ter medo de uma multa não deve ser a motivação principal para estar em dia com esses acessórios. Alguns deles não são mais obrigatórios, mas sua presença pode ajudar até a salvar vidas. O extintor é um exemplo disso e foi assunto de muita polêmica recentemente.

A manutenção também é obrigatória

  

Não basta apenas ter em seu carro os equipamentos que a lei exige. A manutenção também é parte dessa lei, e, portanto está sujeita a inspeção das autoridades. Como a lei de transito não varia de estado para estado, estar em dia com esses equipamentos é uma lei federal!  Mas não é apenas por obrigação que devemos ficar atentos, envolve também a segurança no dirigir, a nossa e a de outros. Afinal o transito é sempre de pessoas, de vidas. Por isso existem as leis que conhecemos.

Então, como dirigir em segurança sem cuidar do seu carro de maneira adequada? Não é algo inalcançável, não se preocupe tanto. Neste post daremos dicas de manutenção de alguns desses equipamentos, aquelas que você mesmo pode fazer ou observar o desgaste e validade (leia os links). Dirigir sempre foi algo que atrai pela emoção, a eterna busca de liberdade, ou de economia de tempo. Hoje em dia se vê mais carros de auto-escola do que táxis, não é verdade? Mas isso significa que todos os dias nós temos novos motoristas cheios de ansiedades e dúvidas, pois, por melhor que seja, é impossível saber de tudo.

Que tal uma lista de manutenção de acessórios obrigatórios? Não são muitos aqueles ao alcance de quem não é profissional. Mas verificar, por exemplo, níveis de alguns líquidos, pode ajudar na hora de manutenções mais complicadas.

Alguns equipamentos obrigatórios do seu carro 

         Alguns equipamentos que precisam de  manutenção

 Sugerimos então que você vistorie os seguintes equipamentos:

 Pneus

Também não é difícil de fazer uma vistoria ou um rodízio. Um pneu não se avalia apenas pela aparência. Existem outros fatores como prazo de validade e qualidade do produto que deve ser sempre da marca recomendada pela fábrica por motivos óbvios. Um conjunto de pneus com pouco uso de nada vale se ele estiver fora do prazo de vida útil. O mesmo vale para o estepe. A calibragem é essencial tanto para quem usa na sua rotina, como para um planejamento de viagem. E nesse caso a calibragem pode variar, dependendo do peso do carro. No caso de pneus desgastados a avaliação de uma autoridade pode ser visual ou com um equipamento que mede o tamanho dos frisos na borracha do pneu.

                                           Lâmpadas

Não devemos nos preocupar apenas com as lâmpadas dos faróis. Outras também são obrigatórias e devem passar por manutenção. Todas as lâmpadas externas são obrigatórias no seu funcionamento. Pode ser apenas uma vistoria visual, mas o estado geral dela deve ser avaliado, como a cor e os filamentos. Nesse caso observe se a lâmpada está escura, preta, e se os filamentos parecem “fritos”. Nos dois casos é recomendável a troca das lâmpadas. A luz de freio pode exigir ajuda para uma verificação, principalmente co  a luz do dia e por motivos óbvios. Ela é de suma importância para evitar acidentes. A troca deve ser por lâmpadas originais. No caso da luz de ré, alguns modelos saíram de fábrica com apenas uma lâmpada. Isso está dentro da lei.

Alguns equipamentos obrigatórios do seu carro

                          Palhetas do limpador 

Que o limpador de para-brisa é um item obrigatório não temos dúvidas. Mas as palhetas, ou o “rodo” que limpa o para-brisa devem estar sempre novos, em condições de uso. Assim como os pneus, o pouco uso não garante qualidade. Como não chove o ano inteiro, durante o período de seca a borracha das palhetas quase sempre resseca. Trata-se de uma peça, ou um conjunto, que deve ser trocada uma vez por ano. O conselho também é optar por peças originais ou de qualidade renomada no mercado.

                                                                      Cinto de segurança

É obrigatório há tempos. O que mudou foi o tipo de cinto. Antigamente eram permitidos cintos abdominais. Com o tempo a lei passou a exigir cinto de três pontos que são bem mais seguros. É um acessório de segurança que também exige manutenção básica, como verificação visual e de tração. Se o seu cinto parece diferente o conselho é levar em um especialista para ser avaliado. É bom ter em mente que, quase sempre, o cinto de segurança faz conjunto o sistema de Airbag.

No caso de acidente, mesmo que seja com baixo impacto, o cinto de segurança é tracionado e a luz do Airbag pode acender.

Please follow and like us: