Um relé pode aumentar a potência dos faróis?

Um relé pode aumentar a potência dos faróis?

É uma pergunta frequente e interessante: pode um relé aumentar a potência de uma lâmpada? A resposta é não. A potência da lâmpada é definida na sua fabricação. Não há como aumentá-la depois disso; não dentro da normalidade elétrica de um carro, que é o caso deste post. Muitos podem afirmar que já perceberam a lâmpada ficar mais potente quando aceleram o motor. Uma moto, por exemplo, faz isso. Mas neste caso a voltagem aumenta com a aceleração, ou por ser de fábrica assim, ou por defeito do alternador, no caso dos automóveis. Isso seria excesso de carga, ou uma lâmpada de 12 volts recebendo 16 ou mais volts. O final vai ser a queima dela e de outro equipamentos do carro. Seria quase o mesmo que ligar uma lâmpada caseira de 110 V em 220 V. Ela brilharia além da sua capacidade e depois queimaria.

Mas e no caso de uso de um relé?

Alguns afirmam que um relé pode aumentar a potência de uma lâmpada. Mas na verdade ele apenas conserva a energia final que chega na tomada (ou plug) delas. Toda corrente percorre um caminho. No caso do farol, ela é acionada pela chave, vinda da bateria, passa pela caixa de fusíveis e percorre o seu caminho mais longo: pela fiação até o farol. Neste ínterim, muita energia é perdida, principalmente quando o que vai ser energizado é algo potente, como a lâmpada do farol. Não é verdade que uma lâmpada esquenta muito quando está acesa? Pode até provocar queimaduras. Então um relé é bem-vindo. Não é por nada que alguns relés são chamados de auxiliares. Ou seja: eles ajudam a corrente a chegar no seu destino com menos esforço, por assim dizer.

idea-1014012_640

Um relé auxiliar é na verdade uma bobina de cobre com alguns componentes eletrônicos para melhorar seu desempenho. Ele pode ser pequeno ou duplo, no caso dos faróis. Um relé duplo alimenta os quatro faróis com eficiência. O processo é simples. O relé é instalado entre a origem da corrente e os faróis (como uma ponte). Deste modo conseguimos acionar um acessório potente através de uma corrente mais fraca. Em vez dela se “perder” pelo meio do caminho, se dissipando em calor, ela entra nas bobinas que aumentam a corrente e absorvem toda a caloria. Em suma: o relé “esquenta” em vez da fiação e outros componentes, e as lâmpadas acendem em potência total.

Sim, o relé ajuda em manter a potência de fábrica. Mas a sua maior função é proteger partes mais frágeis do circuito que podem estragar com as calorias citadas acima. Muitas vezes o principal atingido é a chave de farol. Algumas chegam a derreter por dentro e custam bem mais do que um relé. Lembrando que grande parte dos modelos nacionais já saem de fábrica com relés para os faróis. Então a solução seria lâmpadas mais potentes de fábrica?  Sim. E elas existem. Mas isto é outra história.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *