O golpe da multa falsa

O golpe da multa falsa

Talvez esse seja um post que sempre vai estar atual. O texto é sobre um golpe aplicado na população e vai ser sempre atual porque a malandragem que dá certo no Brasil é sempre aperfeiçoada e repetida. Pois não é que surgiu agora um golpe aplicado em motoristas incautos e, talvez, de consciência pesada, através de um enganoso boleto que chega pelos correios como uma cobrança de multa?

Quando escrevemos “consciência” pesada, é porque muitas vezes sabemos que cometemos alguma infração de trânsito e passamos dias pensando nela esperando o aviso chegar pelo correio. Mas ninguém viu, sequer tinha uma câmera, e muito menos um agente de trânsito. Então o ato cai no esquecimento do dia a dia até que chega uma cobrança, ou um boleto, com a valor da multa, a infração cometida, e até o lugar onde aconteceu.  Como a nossa tendência é quase sempre pensar e sofrer pelo pior, nos preocupamos apenas com a dívida, e  como arrumar o valor do boleto.

Mas como os bandidos te localizaram? Como sabem da placa do seu carro ou até do seu endereço de correspondência? O próprio Denatran emitiu um alerta, através de um nota no seu site oficial, explicando como estes meliantes agem . Leiam ela abaixo.

cop-1016218_640
Um caso de polícia…

 

Alerta sobre golpe

“Informamos aos cidadãos a existência de um golpe que está sendo aplicado por meio de falsos boletos bancários referentes às multas de trânsito. Segundo relatos, os criminosos fotografam veículos que estão trafegando em uma determinada via. De posse do número da placa, das imagens e do endereço do motorista, os criminosos falsificam boletos de pagamento de multa e os enviam ao usuário.  Nesse suposto boleto consta o número de uma conta bancária na qual deve ser efetuado o depósito do pagamento…”

Ou seja: tudo parece correto, até o valor da multa, mas o fato em si não ocorreu e o dinheiro vai cair na conta bancária da quadrilha. A nota site ainda diz:

“O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) recomenda aos usuários que ao receberem o documento referente à multa acessem o site do respectivo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e consultem, por meio do número da placa do veículo, se há de fato algum registro de infração. Para saber o site do Detran do seu estado acesse:”

Denatran no Brasil

Então, tendo certeza ou não que você cometeu uma infração de trânsito, leia com atenção o tal boleto e confira no link acima se o seu veículo realmente está em débito com a união.

 

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *