Como medir carga de alternador

Um dia teremos uma sistema de carga para automóveis usando a energia solar, como a foto de capa deste post. Mas por enquanto todos ainda são equipados por geradores de eletricidade mecânicos, chamados de alternadores.

Não é algo misterioso medir a carga de um alternador. Se nós tivermos um mínimo de conhecimento de como usar um multímetro a tarefa se torna muito simples. É o mesmo aparelho usado em serviços eletrônicos que conseguem medir pelo menos 20 volts de corrente contínua. A grande maioria tem esse recurso.

O alternador moderno

O alternador revolucionou o sistema de recarga de baterias em automóveis e similares. (inclua aí caminhões, ônibus, barcos e até pequenos aviões). A grande mudança foi a necessidade de menos giro do motor para carregar a bateria. Ou seja: seu carro abastece sua bateria de energia apenas usando a marcha lenta do motor. Antigamente era necessário acelerar para carregar, além de outros instrumentos para medir seu funcionamento. Já no caso dos alternadores modernos até a medição de carga ficou fácil, e, como dito acima, acessível para qualquer interessado.

Ferramentas necessárias.

  • Um multímetro comum (custa em média 30 reais no mercado)
  • Chaves de fenda ou tipo Philips para acessar algumas baterias (apenas alguns poucos modelos como o Picasso e o Mercedes Classe A)

Basta os itens acima para medir o seu alternador.

multimeter-153292_1280

Como medir carga de alternador

Ligue o motor do carro. Abra o capô do motor e localize a bateria. Em seguida, sem acelerar o carro, ligue o multímetro na posição V para corrente contínua. Se seu multímetro tiver vários números de referência prefira o 20 volts corrente contínua. (na dúvida consulte o manual do aparelho). Mas não é uma manobra complicada. A ligação do multímetro na bateria é óbvia: fio vermelho no positivo, fio preto no negativo. (nunca use o medidor de amperagem do aparelho na bateria.  Vai queimar imediatamente seu multímetro) A medida correta, em marcha lenta, com muitos equipamentos ligados, como faróis, ar-condicionado, deve ser de 13.8 ou próximo disso. Se o multímetro acusar menos de 13 ou mais de 15 (incluindo o 15), então o alternador está com algum defeito.

Possíveis defeitos mais comuns

Carga baixa

Uma medida abaixo de 13 significa que a bateria não está recebendo carga suficiente  e muito provavelmente vai descarregar mesmo sendo uma peça nova. Podem ser por diversas causas: escova baixa (troca-se o regulador que já vem com escovas novas), fiação bamba ou estorricadas por excesso de uso. (Trocar terminais e apertar suas extremidades). Se existirem esses defeitos e mais alguns como rotor queimado ou mesa retificadora ruim, o conselho é trocar a peça inteira, pois haverá outros futuros defeitos que chamamos de “efeito cascata”.

Regulador de voltagem moderno. (peça interna de um alternador)
Regulador de voltagem moderno. (peça interna de um alternador)

Carga alta

Qualquer medida acima de 14,9 volts é chamada de sobrecarga. Normalmente é defeito do regulador de voltagem. Muitas vezes basta trocar essa peça e o alternador volta ao normal. A única restrição é a condição do coletor do rotor (onde as escovam se gastam). Se ele estiver muito gasto, também ocorrerá o tal efeito cascata. Mas esse defeito é mais grave do que o primeiro, pois o alternador pode jogar até 20 volts no sistema elétrico do carro queimando desde lâmpadas até centrais eletrônicas, além de danificar a bateria e o restante das peças do alternador. Portanto deve ser corrigido o mais rápido possível.

Vale a dica: se a voltagem está dentro dos parâmetros descritos acima, a amperagem terá parâmetros iguais. Isso acontece exatamente pelo avanço tecnológico. Antigamente os geradores tinham sua voltagem e amperagem medidas separadamente, o que causava medidas com pouca precisão.

 

Please follow and like us:

This article has 5 Comments

    1. Olá Thiago. Se a bateria estiver boa (faça um teste nela) então seu alternador está jogando excesso de carga. Quase sempre é o regulador de voltagem o responsável por isso. Mas uma bateria muito ruim pode causar medida errada no multímetro. Neste caso o alternador deve ser medido com outra bateria em boas condições para confirmar o defeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *