Solução de bateria. Ainda se usa?

Praticamente não. Não para o consumidor final, aquele que um dia comprou uma bateria e quer completar a solução dela. Somente as fábricas de baterias, na sua linha de produção, aplicam as chamadas soluções ácidas em seus produtos. Mas como ela, a solução,  é diluída em água destilada, o que “seca” dentro da bateria é exatamente esta água, a solução se agarrando as placas de chumbo. Então não é preciso colocar solução em uma bateria usada. Evidentemente que nos referimos a baterias que precisam de manutenção, já que as seladas não necessitam de cuidados assim. Muitas vezes, quando a água seca, a bateria arria, provando que a manutenção tem ser feita antes do defeito acontecer, pois pode ser tarde demais.

Essa é uma típica bateria que pede manutenção.
Esta é uma típica bateria que pede manutenção.

Como fazer?

Não trabalhe sem luvas adequadas e óculos de proteção. Também tome cuidado com suas roupas, pois se respingar umas gotas nelas, futuramente aparecerão alguns furos. Para saber se a bateria precisa de água abra os selos que estão sempre bem visíveis, ou debaixo de capas fáceis de se retirar. Feito isso, verifique se um espelho d’água é visível cobrindo os elementos. Mas se você ver pequenas placas alinhadas é sinal que terá que completar com água sem minerais, encontrada em alguns postos de gasolina. Encha até o espelho d’água aparecer novamente. E atenção: não encha até a borda. Isso vai fazer a bateria “expulsar” o excesso para fora e estragar o metal ou a pintura do seu carro.

Ao envolver as placas de chumbo (a água), e receber carga, a solução presa ali se solta e a água passa a ser muito corrosiva. Feito isso, carregue a bateria de preferência em carga lenta antes de usá-la novamente. Se o defeito persistir a solução é trocar por uma nova. Lembrando que as fábricas de baterias não dão garantia para produtos que não receberam a manutenção indicada. Então, leia sempre o manual quando efetuar a troca de sua bateria.

Please follow and like us:

This article has 11 Comments

    1. Olá Odalvo!

      Para fazer solução de bateria você precisa de Ácido Sulfúrico 100% e Água Destilada, misture na proporção 36% de ácido e 64% de água, misture devagar e substitua toda a solução velha da sua bateria. Mas antes é bom lavar bem o interior da sua bateria, só não use mangueira, pois se der pressão vai espirrar ácido pra todos os lados, você pode ter sérios problemas com isso. Use Óculos de proteção e luvas, além de botas. Depois só colocar na carga lenta e pronto.

  1. Bom dia amigo, ultimamente tenho visto muito se falar em acido para baterias em Gel, ate hoje nao encontrei aonde se vende, ate ai tudo bem, andei pesquisando e vi que o carbopol se faz alcool em gel, sabe dizer se funcionaria com a soluçao de bateria. obrigado e grande abraço.

    1. Olá Wagner.Grato pela pergunta. Não, não se trata da mesma substância. O tal gel é algo usado somente por fábricas de baterias e mesmo assim em pouquíssimos modelos. Ele é um gel de ácido próprio para uma reação eletroquímica mais duradoura. A unica semelhança é a possível forma mais pastosa que deveria ser uma substância em gel. Que eu saiba, o ácido gel para baterias não é encontrado a venda. Abraços.

  2. Olá amigos, comprei 1L de solução de baterias, mas o vendedor me instruiu para não utilizar puro, mas sim na proporção de 50%. Primeiro que ele não me pareceu muito seguro da informação, segundo, como eu faria tal distribuição nos vários furos da mesma? Não seria correto, já que pretendo esvaziar e lavar a dita cuja, colocar apenas a solução? Já que se chama “solução” pelo fato de ser ácido sulfúrico e água destilada. Por que eu deveria adicionar mais água?
    Grato desde já.

  3. Olá amigos, gostaria de saber se quando a bateria necessitar de completar o nível da água, se posso completar com a solução ácida ou só com água pura resolve? outra coisa a água pura pode ser mineral ou de torneira? Desde já obrigado pela atenção.

    1. Olá Hugo. Grato por entrar no blog. Tem que completar com água, visto que a solução fica presa nas placas. Mas tem que ser água desmineralizada que é encontrada em postos de gasolina. Água mineral nem pensar. Ela estraga as placas causando mini curtos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *